PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Falta de cerveja na Austrália é pesadelo natalino

Temor é que lojas e supermercados limitem as compras de bebidas no pior momento possível, quando milhões de australianos começam a sair de casa

Duas maiores cervejarias do país — Lion e Carlton & United Breweries — sinalizaram longos atrasos e redução na produção
Por Sybilla Gross
10 de Dezembro, 2021 | 06:23 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Com a temporada de festas de fim de ano se aproximando, os australianos enfrentam um verdadeiro pesadelo natalino: falta de cerveja.

As duas maiores cervejarias do país — Lion e Carlton & United Breweries — sinalizaram longos atrasos e redução na produção de algumas das bebidas mais populares do país devido a problemas na cadeia de suprimentos. O temor é que lojas e supermercados limitem as compras de bebidas no pior momento possível, quando milhões de australianos começam a sair de casa após repetidas medidas de lockdown e estão ávidos por alguma normalidade neste verão.

Um ponto crítico é a falta de pallets de madeira usados no transporte. O quadro obrigou a Lion — responsável por marcas como Tooheys, James Boag e Furphy — a diminuir a produção e priorizar produtos mais populares.

A empresa vem tentando encontrar alternativas, segundo comunicado enviado por e-mail, e avisou que produtos acondicionados em determinadas embalagens podem se esgotar.

PUBLICIDADE

Já a Carlton & United se esforça garantir embarques de Corona, que importa do México. “Com o Natal chegando, estamos distribuindo de forma justa entre os varejistas em toda a Austrália para ajudar a limitar a escassez”, afirmou um porta-voz.

Essas lamentações na Austrália — atrasos, escassez e preços em alta — se repetem ao redor do mundo, motivadas por enormes desequilíbrios entre oferta e demanda em meio à reabertura das economias. Grandes companhias de transporte marítimo enfrentam gargalos extraordinários por meses a fio, com longos períodos de interrupção que afetam os cronogramas das empresas e abalam mercados.

Mas nem tudo está perdido. A maior parte da cerveja consumida na Austrália é produzida internamente — e, portanto, sofre menor impacto com os problemas nas cadeias de abastecimento internacionais. Assim, afogar as mágoas de 2021 ainda está ao alcance dos australianos.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também