PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Cade deve decidir Localiza-Unidas; leilão da ANP: Radar SA

Próxima semana traz ainda pagamento de dividendos pela Petrobras e segunda prévia do Ibovespa

A estatal fará pagamento adicional de R$ 31,8 bi em dividendos na quarta-feira (15)
Por Taís Fuoco e Vinícius Andrade
10 de Dezembro, 2021 | 10:42 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O Cade deve decidir sobre a proposta de incorporação da Unidas pela Localiza na sua última reunião do ano. Em agosto, a superintendência-geral do Cade recomendou ao tribunal que aprovasse a operação e sugeriu remédios para mitigar riscos concorrenciais. O negócio foi anunciado em setembro de 2020 e o prazo final para o veredito do órgão é 6 de janeiro.

PUBLICIDADE

A semana

  • 13/dezembro: Cogna reúne investidores e analistas em Cogna Day
  • 13/dezembro: Alagoas leiloa concessões de serviços de abastecimento de água e saneamento em 61 cidades
  • 14/dezembro: CPFL Energia promove Investor Day para divulgar estratégia ESG
  • 15/dezembro: Petrobras faz pagamento adicional de R$ 31,8 bi em dividendos
  • 15/dezembro: Tribunal do Cade deve chegar a uma decisão sobre a proposta de incorporação da Unidas pela Localiza
  • 16/dezembro: B3 divulga segunda prévia do Ibovespa
  • 17/dezembro: ANP promove Segunda Rodada de Licitações sob o regime de partilha para ofertar as áreas de Sépia e Atapu, na Bacia de Santos

Sinais de recuo

O boom de IPOs que se viu no Brasil nos últimos anos deve desaquecer em 2022, com a proximidade das eleições presidenciais. E os sinais da desaceleração já começaram a aparecer, com a alta da taxa Selic para controle da inflação e a proximidade de uma eleição que promete ser polarizada. Desde o início de setembro, por exemplo, nenhuma oferta teve seu preço fixado, e muitas foram canceladas.

Veja mais: Eleição põe IPOs brasileiros em risco após onda de R$ 65 bilhões

PUBLICIDADE

Parceria com fintech

O Bradesco se associou à fintech BCP Global, de Miami, para oferecer aos clientes de alta renda uma plataforma de investimentos digitais. Clientes com pelo menos US$ 10.000 podem abrir uma conta de investimento nos EUA e ter acesso a carteiras globais geridas em parceria com a BlackRock, disse Leandro Miranda, diretor executivo do banco.

Veja mais em bloomberg.com