Brasil

Petrobras anuncia redução de R$ 0,20 no litro do diesel para distribuidoras

Medida que entra em vigor a partir de amanhã (5) reduz o preço médio do diesel da companhia de R$ 5,61 para R$ 5,41 por litro

De acordo com a petroleira, a redução acompanha a evolução dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para o diesel
04 de Agosto, 2022 | 01:39 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — A Petrobras (PETR3; PETR4) anunciou nesta quinta-feira (4) uma redução de R$ 0,20 no valor do litro do diesel A vendido para as distribuidoras. A medida, que entra em vigor a partir de amanhã (5), reduz o preço médio do diesel da Petrobras de R$ 5,61 para R$ 5,41 por litro.

De acordo com a companhia, a redução acompanha a evolução dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para o diesel, e “é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”.

A parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 5,05, em média, para R$ 4,87 a cada litro vendido na bomba, acrescentou a estatal, considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos.

O movimento acontece em meio à queda dos preços dos combustíveis no mercado externo. O petróleo WTI, por exemplo, era negociado abaixo dos US$ 90 nesta quinta, apagando todos os ganhos desde o início da guerra da Rússia na Ucrânia, à medida que taxas de juros mais altas e uma iminente desaceleração econômica global ameaçam a demanda.

PUBLICIDADE

Na semana passada, a Petrobras anunciou, junto com os resultados do segundo trimestre – quando lucrou R$ 54,3 bilhões –, a distribuição de um dividendo recorde aos acionistas no valor de R$ 87,8 bilhões. O montante representa R$ 6,732003 por ação preferencial (PN) e ordinária (ON) em circulação.

Os dividendos serão pagos em duas parcelas: R$ 3,366002 no próximo dia 31 de agosto e R$ 3,366001 em 20 de setembro. Os detentores de ADRs (recibos de ações negociados na Bolsa de Nova York, a NYSE) receberão os pagamentos a partir de 8 de setembro e 27 de setembro de 2022.

Leia também:

Exclusivo: Investidores não devem mudar de opinião todo dia, diz Howard Marks

Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.