PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Petróleo recua com investidores de olho em reservas estratégicas

China e EUA podem acionar reservas para tentar diminuir os preços da gasolina, enquanto a demanda segue aumentando

O petróleo bruto West Texas Intermediate caía 1,2%.
Por Sharon Cho e Alex Longley
17 de Novembro, 2021 | 07:56 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Os preços do petróleo recuavam com investidores pesando as chances de os EUA e a China explorarem as respectivas reservas estratégicas, enquanto um relatório da indústria mostrou um aumento nos estoques americanos. O petróleo bruto West Texas Intermediate caía 1,2%.

Durante uma cúpula virtual esta semana, os EUA pediram à China que libere as reservas de petróleo, relatou o jornal South China Morning Post. Pequim estaria aberta ao pedido, mas não se comprometeu com ações específicas, disse o jornal. O presidente americano Joe Biden está tentando reprimir o descontentamento com o aumento dos custos do combustível.

O Japão, outro grande consumidor que expressou preocupação com os altos preços, não deve liberar petróleo de suas reservas devido a uma lei que só permite a liberação de estoques em caso de interrupção do abastecimento, disse um funcionário do governo.

O impulso para liberações de reservas de petróleo ocorre em um momento em que os mercados físicos da Ásia permanecem fortes.

PUBLICIDADE

Veja mais: Minério oscila com embarques e demanda por aço na China em foco

O petróleo caiu cerca de US$ 7 nas últimas seis semanas, e os traders estão tentando descobrir a provável trajetória do mercado até 2022. A Agência Internacional de Energia disse esta semana que, embora o crescimento da demanda permaneça robusto, a oferta está se recuperando.

Enquanto isso, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) disse que um superávit pode surgir em breve, à medida que a recuperação da pandemia vacilar.

“A contribuição real para o fornecimento é muito limitada”, disse Hans van Cleef, economista sênior de energia do ABN Amro, sobre uma possível liberação das reservas. “Por enquanto, estamos livres de ver isso, enquanto esperamos por novos gatilhos.”

PUBLICIDADE

Preços do petróleo

  • O WTI caía 1,2% para US$ 79,81 o barril às 10:39 em Londres
  • Brent recuava 1% para US$ 81,62 o barril.

Nos EUA, o American Petroleum Institute, financiado pela indústria, informou que os estoques de petróleo bruto em todo o país aumentaram 655.000 barris na semana passada, de acordo com pessoas familiarizadas com os dados.

No entanto, o indicador também mostrou uma queda na cidade de Cushing, Oklahoma, bem como menores reservas de gasolina. Os números oficiais serão divulgados nesta quarta-feira.

Leia também

Biden espera anunciar nome para o Fed em ‘quatro dias’