PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Biden espera anunciar nome para o Fed em ‘quatro dias’

Presidente americano avalia se deve reconduzir Jerome Powell para liderar o banco central dos Estados Unidos

Tempo de leitura: 3 minutos

Bloomberg — O presidente Joe Biden disse a repórteres nesta terça-feira que espera anunciar sua indicação para presidente do Federal Reserve nos “próximos quatro dias”.

Biden está avaliando se deve reconduzir Jerome Powell para liderar o banco central americano. Ele também entrevistou a governadora do Fed, Lael Brainard, para o cargo, que é vista como preferida por alguns legisladores e ativistas de tendência mais progressista.

PUBLICIDADE

O presidente ainda não tomou uma decisão, segundo uma pessoa a par do assunto.

O presidente do Comitê Bancário do Senado dos EUA, Sherrod Brown, disse não ter dúvidas de que o Senado referendaria qualquer um dos candidatos. A aprovação do Comitê Bancário é o primeiro passo no processo de confirmação.

“Estou certo de que confirmaríamos qualquer um deles”, disse o democrata de Ohio na terça-feira, acrescentando que qualquer um dos dois poderia contar com amplo apoio democrata e atrair algum apoio do Partido Republicano. “Estou absolutamente certo.”

PUBLICIDADE

A Casa Branca está conversando com os senadores para garantir que Powell ou Brainard recebam os votos necessários para a confirmação no cargo, disse uma pessoa familiarizada com o processo.

Brown disse que tem uma preferência pessoal entre os dois funcionários do Fed e a compartilhou com a Casa Branca, mas não quis revelar quem seria.

“Ambos estão claramente qualificados”, acrescentou Brown. “Eu acho que é provável que seja entre aqueles dois. Mas eu não tenho uma leitura sobre o que eles vão fazer. Eles realmente pensaram muito sobre isso. "

PUBLICIDADE

Um porta-voz da Casa Branca, Andrew Bates, se recusou a discutir a indicação do Fed com repórteres a bordo do Força Aérea Um.

A senadora Lisa Murkowski, uma republicana do Alasca, disse que conversou com Biden sobre sua escolha no Fed enquanto estava na Casa Branca na segunda-feira, mas não revelou publicamente a sua preferência. A senadora Susan Collins, uma republicana do Maine, disse que apóia Powell.

A escolha de Biden é esperada antes do Dia de Ação de Graças em 25 de novembro, dando ao Senado tempo para confirmar o nomeado antes que o mandato de Powell termine em fevereiro.

PUBLICIDADE

Biden apenas mencionou que escolheria o indicado para presidente, mas Brown e outros disseram que ele pode propor preencher mais de uma das vagas do Fed ao mesmo tempo. Um assento do Fed foi aberto desde a administração Trump, enquanto o cargo de vice-presidente de supervisão foi aberto quando o mandato de Randal Quarles expirou no mês passado. O mandato do vice-presidente Richard Clarida termina em janeiro.

Brown disse que seu comitê poderia realizar uma audiência de confirmação já em dezembro sobre a indicação do presidente do Fed, embora tenha acrescentado que o painel pode levar mais tempo.

“Não acho que seja essencial, porque o prazo termina em fevereiro”, disse ele. “Não vamos apressar. Queremos ter certeza de que todos têm a chance de falar. As audiências serão obviamente muito importantes, particularmente as discussões sobre clima e regulação “.

PUBLICIDADE

Enquanto isso, o senador republicano de Ohio, Rob Portman, um dos quatro republicanos que confirmam apoiar a recondução de Brainard para seu cargo atual, disse em uma entrevista na terça-feira que instou Biden diretamente a escolher Powell em vez de Brainard.

“Acho que ela é mais conciliadora do que ele, e acho que para aqueles de nós preocupados com o balanço do Fed e a inflação, ele é uma escolha melhor”, disse Portman, embora tenha se recusado a dizer quando essa conversa aconteceu.

Powell tem o apoio público de vários senadores democratas e republicanos, incluindo a maioria dos republicanos no Comitê Bancário, além do suporte importante de Jon Tester, um democrata considerado moderado, de Montana.

Tester, que já falou publicamente a favor de Powell e do chefe de gabinete da Casa Branca Ron Klain, não disse se votaria em Brainard quando questionado por um repórter.

PUBLICIDADE

- Com a ajuda de Jennifer Jacobs e Justin Sink.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE