Saúde

Hong Kong exige testes de Covid para Goldman e JPMorgan

Nos últimos dois dias, autoridades emitiram avisos para mais de 30 locais, além de amplos testes em escolas

Empresas em Hong Kong estão cada vez mais incomodadas com os testes rigorosos e o regime de quarentena da cidade
Por Cathy Chan
29 de Setembro, 2021 | 05:33 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Escritórios do Goldman Sachs e do JPMorgan Chase em Hong Kong tiveram que exigir testes de funcionários depois que duas unidades foram vinculadas a casos de Covid-19.

As notificações para testes afetam escritórios do Goldman em Causeway Bay e do JPMorgan em Kwun Tong. Qualquer pessoa que esteve no escritório do JPMorgan em 27 de setembro e na unidade do Goldman entre 5 e 10 de setembro deve fazer o teste.

Empresas em Hong Kong estão cada vez mais incomodadas com os testes rigorosos e o regime de quarentena da cidade. Com a reabertura de outros países, a política “Covid Zero” de Hong Kong atrasou a recuperação da cidade em relação a centros financeiros rivais, como Londres e Nova York.

Nos últimos dois dias, autoridades emitiram avisos para mais de 30 locais, além de amplos testes em escolas. Hong Kong impõe quarentena de até 21 dias para viajantes que chegam do exterior enquanto busca reabrir a fronteira com a China continental.

PUBLICIDADE

O caso do Goldman estava relacionado a uma pessoa que havia retornado à cidade após passar menos de 21 dias no exterior. O caso no JPMorgan não foi confirmado localmente. Porta-vozes de ambos os bancos não quiseram comentar.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Colômbia é o melhor país da América Latina para estar na pandemia

PUBLICIDADE

YouTube removerá vídeos com informações falsas sobre vacinas

Boca Juniors negocia emissão de tokens

PUBLICIDADE