Negócios

Petrobras reduz produção de óleo e gás no final de 2021

A empresa também registrou vendas 5% menores no período devido a fatores sazonais e ao menor uso pelas termelétricas

Petrobras tem redução na produção e vendas no último trimestre
09 de Fevereiro, 2022 | 08:03 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg Línea — A Petrobras (PETR4) teve uma redução de 4,5% na produção de óleo e gás do terceiro para o quarto trimestre do ano passado, informou a estatal nesta quarta em comunicado. A empresa também registrou vendas 5% menores de derivados de petróleo no período devido a fatores sazonais e ao menor uso pelas termelétricas.

Segundo a empresa, a redução dos volumes no último trimestre de 2021 foi consequência de paradas programadas em plataformas com elevada produção, além do início do acordo de coparticipação de Búzios. A empresa sustenta que esses fatores foram parcialmente compensados pelo produção antecipada da unidade de Carioca.

Na comparação anual, a produção da estatal cresceu 1%. No acumulado do ano passado, a produção total de óleo e gás diminuiu 2%.

Pré-sal

PUBLICIDADE

A produção nos campos do pré-sal alcançou 1.601 Mbpd no trimestre, também 4,3% inferior ao trimestre anterior, pelos mesmos motivos, segundo a Petrobras. No total, a produção no pré-sal foi de 1.930 Mboed, representando 71% da produção total da Petrobras.

Já a produção do pós-sal no período atingiu 458 Mbpd, 8,6% inferior ao trimestre anterior, devido a perdas com paradas de manutenção e ao declínio natural dos reservatórios da Petrobras. A produção em terra e águas rasas foi de 92 Mbpd, 3 Mbpd inferior ao trimestre anterior, devido aos desinvestimentos de campos terrestres e ao declínio natural de produção.

“O alcance desses resultados demonstra o compromisso da Petrobras com o cumprimento das suas metas e o foco em ativos em águas profundas e ultraprofundas, que têm demonstrado grande diferencial competitivo, produzindo óleo de baixo custo de extração e alta qualidade, com baixas emissões de gases de efeito estufa”, disse em nota o diretor de exploração e produção, Fernando Assumpção Borges.

Vendas menores

PUBLICIDADE

A produção de derivados teve redução de 1,1% no quarto trimestre, em relação ao período anterior, devido à queda da demanda do mercado interno e ao desinvestimento da RLAM.

A Petrobras informou também que as vendas de derivados no mercado interno caíram 5% do terceiro para o quarto trimestre principalmente devido ao menor volume comercializado de diesel e GLP em razão da sazonalidade, além de menor despacho para as termelétricas.

Por outro lado, a empresa teve um aumento nas vendas de gasolina e de querosene de aviação também devido à sazonalidade típica de final de ano.

As vendas de diesel tiveram uma redução de 8,9% do terceiro para o quarto trimestre devido à “sazonalidade do consumo, mais elevado no terceiro trimestre do ano por conta do plantio da safra de grãos de verão e da atividade industrial”.

Leia também

Toni Sciarretta

Toni Sciarretta

News director da Bloomberg Línea no Brasil. Jornalista com mais de 20 anos de experiência na cobertura diária de finanças, mercados e empresas abertas. Trabalhou no Valor Econômico e na Folha de S.Paulo. Foi bolsista do programa de jornalismo da Universidade de Michigan.

PUBLICIDADE