PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Green

Pioneiro de quants fecha dois fundos de hedge ligados ao clima

Investidores foram informados que o dinheiro iria para o portfólio principal da empresa, de acordo com uma pessoa com conhecimento do assunto

Alguns dos maiores fundos negociados em bolsa com foco no clima, por exemplo, tiveram saídas constantes este ano
Por Gillian Tan e Saijel Kishan
14 de Maio, 2022 | 08:20 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O pioneiro de algoritmos quantitativos David Vogel está fechando dois fundos de hedge sustentáveis que não duraram muito.

Investidores em seus fundos Voloridge Climate Change e Voloridge Sustainability foram informados esta semana que o dinheiro iria para o portfólio principal da empresa, de acordo com uma pessoa com conhecimento do assunto. Os fundos representavam cerca de 15% dos US$ 9,5 bilhões em ativos totais de Voloridge Investment Management, disse a pessoa.

PUBLICIDADE

Vogel, especialista em aprendizado de máquinas, iniciou o fundo Sustainability em 2020 com planos de levantar US$ 1,5 bilhão. As mudanças recentes foram feitas porque Vogel achou que seria mais lucrativo gerenciar investimentos verdes em um veículo maior e mais amplo, disse a pessoa.

O rali do petróleo, alimentado em parte pela invasão da Ucrânia pela Rússia, prejudicou quem aposta contra empresas petrolíferas, que estão entre as maiores responsáveis pelo aquecimento global. Ao mesmo tempo, os investidores têm sacado dinheiro de fundos com rótulos ambientais, sociais e de governança, ou ESG, depois de jorrarem dinheiro neles nos últimos anos.

Alguns dos maiores fundos negociados em bolsa com foco no clima, por exemplo, tiveram saídas constantes este ano, incluindo o Invesco Solar ETF de US$ 1,8 bilhão, que teve um resgate líquido de US$ 230 milhões, segundo dados compilados pela Bloomberg.

PUBLICIDADE

O Sustainability tinha como foco empresas afetadas por eventos como enchentes, incêndios e desastres naturais; empresas que investem em tecnologias eficientes; e fabricantes de carros elétricos e seus fornecedores.

A Voloridge, com sede em Jupiter, na Flórida, foi fundada em 2009. Vogel também administra uma fundação onde promove pesquisas sobre os fatores e custos das mudanças climáticas e defende soluções.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

EUA e aliados suspeitam de pirâmide cripto de US$ 1 bilhão

EXCLUSIVO: Procuradoria apura se apps usam acordos trabalhistas para distorcer jurisprudência

Últimas Brasil
PUBLICIDADE