Ômicron causa ‘apagão’ nas empresas

Também no Breakfast: Mercados voláteis em semana com foco no Fed e na inflação; Novo modelo para a esquerda na América Latina pode surgir do Chile e Demanda por força de trabalho estrangeira cresce e pode favorecer brasileiros

Tempo de leitura: 2 minutos

Bom dia! Hoje é 10 de janeiro de 2022 e este é o Breakfast - o seu primeiro gole de notícias do dia

Com a onda ômicron da pandemia se espalhando rapidamente pelo mundo, a robusta recuperação econômica que vinha em curso está enfrentando uma nova ameaça sobre a qual os formuladores de políticas têm pouco controle: pessoas ligando para dizer que estão doentes.

PUBLICIDADE

O que começou como uma série de cancelamentos de voos durante o feriado, quando os pilotos e outros funcionários adoeceram ou foram forçados a ficar em quarentena, está se tornando uma realidade em fábricas, supermercados e portos, e novamente testando as cadeias de suprimentos.

  • O absenteísmo generalizado já está restringindo a produção e vários analistas começaram o ano rebaixando suas previsões econômicas para o primeiro trimestre. Mesmo que o impacto seja temporário, como muitos antecipam, as interrupções e fechamentos provavelmente retardarão a frágil recuperação em alguns setores e pesarão sobre os planos futuros das empresas.
  • Na Capital Economics, o economista-sênior para os Estados Unidos Andrew Hunter calculou que mais de 5 milhões de trabalhadores foram forçados a ficar em casa na semana passada.
  • Mark Zandi, economista-chefe da Moody’s Analytics, cortou sua previsão do primeiro trimestre para a produção interna bruta anualizada nos EUA para perto de 2%, ante cerca de 5%. Mas ele também elevou sua previsão para o segundo trimestre, dizendo que as empresas e a economia estão mais preparadas para enfrentar essa nova onda.
Falta de pessoal afeta fluxo de passageiros no aeroporto de Houston, Texas (Brandon Bell/Photographer: Brandon Bell/Getty)dfd

Na trilha dos Mercados

As bolsas europeias e os futuros de índices nos Estados Unidos bem que tentaram começar o dia em alta, mas não tardou muito para que se desfizessem destes breves ganhos. Nos EUA, os contratos futuros operam num verdadeiro sobe-e-desce. O mercado ainda está se ajustando às mensagens explícitas na ata de política monetária do Federal Reserve (Fed).

Duas sinalizações do banco central norte-americano abalaram o mercado de renda variável e elevaram os prêmios dos títulos soberanos. Uma é a possibilidade de um aumento dos juros básicos antes do previsto, e a um ritmo mais intenso. A outra é a redução da carteira geral de ativos do balanço do banco central para ajudar no controle da inflação, movimento que sucederia o aumento do custo do dinheiro.

Além do aperto monetário indicado pelo Fed, o mercado reage ao aumento dos contágios pela Covid-19 e a absenteísmo generalizado, que começa a refletir na produção, levando vários economistas a rebaixar suas previsões para o PIB deste trimestre.

  • Muita volatilidade é esperada para esta semana. Serão divulgados indicadores inflacionários na China e nos EUA. Além disso, os analistas estarão muito atentos ao que dirão os membros do Fed que discursam esta semana - há uma bateria de discursos de funcionários do Fed.
Dia de vaivém nos mercadosdfd

🟢 As bolsas na sexta-feira: Dow (-0,01%), S&P 500 (-0,41%), Nasdaq (-0,96%), Stoxx 600 (-0,28%), Ibovespa (+1,14%)

Além do “efeito Fed”, os investidores repercutiram dados macroeconômicos como a folha de pagamento dos trabalhadores não agrícolas dos EUA, que aumentou em dezembro em 199 mil, contra um consenso de 400 mil entre os analistas. A taxa de desemprego diminuiu em 0,3 pontos porcentuais, para 3,9%, evidenciando um ambiente de contratação desafiador, que está dificultando o atendimento da demanda em meio à persistente pandemia.

No radar

  • O presidente do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, discute as perspectivas econômicas

Terça-feira, 11

  • Audiência de confirmação do presidente do Fed Jerome Powell no Comitê Bancário do Senado
  • Esther George, presidente do Fed de Kansas, e James Bullard, de St Louis, discutem economia e política monetária

Quarta-feira, 12

  • Relatório sobre os estoques de petróleo bruto da Administração de Informações de Energia (EIA) dos EUA
  • Índices de Preços ao Consumidor e ao Produtor da China- Índices de Preços ao Consumidor dos EUS

Quinta-feira, 13

  • Audiência do Comitê Bancário do Senado dos EUA com Lael Brainard, indicada como vice-presidente do Fed
  • Discursam os presidentes regionais do Fed Thomas Barkin (Richmond); Patrick Harker (Filadélfia); Charles Evans (Chicago)

Sexta-feira, 14

  • John Williams, presidente do Fed de Nova York, fala em evento
  • Decisão política do Banco da Coreia, briefing
  • Balanços 4º trimestre 2021: Wells Fargo, Citigroup, JPMorgan

Destaques da Bloomberg Línea

Também é importante

Opinião Bloomberg

Escândalo do príncipe Andrew abala a monarquia britânica

A monarquia britânica pode ser implacável e decisiva quando pensa que sua sobrevivência está em jogo. Por muitos anos, o herdeiro do trono, o príncipe Charles, defendeu uma família real enxuta - mantendo os deveres oficiais para um seleto núcleo do clã. Mas ele se viu pressionado por sua mãe, a rainha, que protegia o status de seu irmão mais novo, Andrew, o duque de York. Isso até que o comportamento do duque se tornou um grande problema nas eleições gerais de 2019.

Pra não ficar de fora

iX Flow é o mais novo lançamento da empresa e utiliza tecnologia de tinta eletrônica (e-ink) para mudar a cor da latariadfd

Já pensou em mudar a cor do seu carro com um botão? Agora é possível. A BMW lançou um veículo conceito que usa tecnologia eletroforética para mudar as cores do preto para o branco ou combinar preto e branco em um caleidoscópio de gráficos na superfície da lataria. O iX Flow é baseado no SUV elétrico iX que a BMW lançou em 2021. Para lançar este produto, a BMW trabalhou com a E-Ink, empresa que desenvolveu a tecnologia usada em dispositivos Kindle e monitores comerciais para marcas como Sony e Amazon (AMZN). A aplicação de tinta eletrônica da BMW funciona por meio de um envoltório feito sob medida para cobrir todo o corpo do SUV. O material contém pigmentos de diferentes cores que, quando estimulados por vários sinais elétricos, sobem à superfície dessa membrana, fazendo com que ela mude de tom.

Quer receber o Breakfast por e-mail? Registre-se gratuitamente no nosso site. E aqui você encontra as edições anteriores de nossa newsletter.

Por hoje é só. Bom dia!