PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Saúde

Israel teme ‘situação de emergência’ após identificar nova variante do vírus

Nova variante descoberta na África do Sul foi detectada em um passageiro que chegava do Malawi

Primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, teme perder controle da situação com nova variante do vírus
Por Gwen Ackerman
26 de Novembro, 2021 | 10:58 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O primeiro-ministro Naftali Bennett disse que Israel estava “à beira de uma situação de emergência” depois que a nova variante Covid-19 descoberta na África do Sul foi detectada em um passageiro que chegava do Malawi.

“Nosso princípio fundamental é agir agora com força e rapidez”, disse Bennett em uma reunião com autoridades de saúde, de acordo com um comunicado de seu gabinete. “Estamos em uma nova situação agora. Esta nova variante é muito preocupante. "

Os cientistas ainda estão tentando determinar se a nova cepa, chamada B.1.1529, é mais transmissível ou mais letal do que as anteriores.

O que está claro é que ela tem o maior número de mutações de qualquer cepa já identificada. Isso levantou preocupações na África do Sul e internacionalmente, com as autoridades temendo uma onda de casos que poderia aumentar a pressão sobre os sistemas de saúde já sobrecarregados.

PUBLICIDADE

Nesta sexta-feira, os ministros ampliaram a proibição de viagens para incluir toda a África, com exceção das nações do norte do continente, e disseram que comprariam outros 10 milhões de testes PCR calibrados para detectar a nova variante.

O esgoto será examinado para localizar qualquer surto e as regras de quarentena para israelenses que retornam de países barrados foram reforçadas.

As autoridades suspeitam que outras três pessoas que voltaram do exterior também podem estar infectadas com a variante e as colocaram em quarentena, disse Bennett. “Presumimos que haja mais”, acrescentou.

O Canal 12 disse que o passageiro verificado como portador da nova cepa era um trabalhador estrangeiro do Malaui que se recusou a se isolar na chegada e pegou um ônibus para Eilat.

PUBLICIDADE

Os ministros israelenses que lidam com o coronavírus se reunirão novamente no sábado para discutir restrições adicionais. O Canal 12 disse que a suspensão de voos para várias nações africanas está sendo considerada.

O Reino Unido já proibiu temporariamente voos da África do Sul e cinco países vizinhos.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Bélgica confirma caso de nova variante do coronavírus