Um projeto bilionário para ser visto da lua

Também no Breakfast: Decisão do BCE e balanços roubam a cena nos mercados; Indústrias serão dominadas por empresas de tecnologia, diz Vélez, do Nubank e Como Buffett decidiu acordo de US$ 11,6 bi em um jantar em NY

Tempo de leitura: 6 minutos

Bom dia! Este é o Breakfast - o seu primeiro gole de notícias. Uma seleção da Bloomberg Línea com os temas de destaque no mundo dos negócios e das finanças.

Foi durante um café da manhã em Belém do Pará que o economista Bernardo Strassburg apresentou ao documentarista e herdeiro do Itaú Unibanco João Moreira Salles um projeto que poderia deixar não apenas um legado ambiental, mas um empreendimento possível de ser visto do espaço.

PUBLICIDADE

A ideia: restaurar um milhão de hectares de terras degradadas da Amazônia e da Mata Atlântica e transformar essas áreas em unidades de conservação ambiental. Uma superfície equivalente a um milhão de campos de futebol que, lado a lado, poderiam ser avistados a olho nu da lua.

Moreira Salles olhou o plano do negócio, disse ter gostado da ideia, mas que precisaria de ajuda para avaliar a viabilidade econômica do projeto e atrair outras fontes de financiamento. Afinal, projetos de restauração florestal demandam um alto investimento inicial e retornos de longo prazo.

🌱 Os escolhidos foram a gestora Lanx Capital, dos sócios Marcelo Barbará e Marcelo Medeiros, a Gávea Investimentos, do ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga e a Dynamo, uma das mais renomadas gestoras de investimentos do Brasil.

🌳 A primeira rodada de captação levantou R$ 389 milhões, mas os investidores tinham apetite para mais. Strassburg ligou para Ricardo Rodrigues, professor da Universidade de São Paulo, fundador do Bioflora e um dos maiores especialistas em restauração florestal do país. Na sequência, Thiago Picolo, ex-presidente da rede Hortifruti Natural da Terra, recebeu o convite para ajudar a comandar o projeto que se converteu em uma empresa chamada re.green.🌿 A empreitada de recuperar 1 milhão de hectares de mata nativa ao longo dos próximos 12 anos deve exigir investimentos totais de R$ 15 bilhões.⇒ A matéria completa você lê aqui: O herdeiro do Itaú, o economista e o projeto na Amazônia que será visto da lua

Bernardo Strassburg, Thiago Picolo e Ricardo Rodrigues lideram o projeto que quer restaurar um milhão de hectares da Amazônia e da Mata Atlânticadfd

Na trilha dos Mercados

Véspera de feriado e um evento chave para as apostas sobre política monetária. Hoje é a vez de o Banco Central Europeu (BCE) arbitrar sobre sua fórmula para controlar a espiral inflacionária. A expectativa é de que a autoridade monetária forneça um cronograma mais claro sobre a retirada dos estímulos lançados para paliar os efeitos da pandemia. 

🤷 Em busca de respostas  

A preocupação com a disparada dos preços (a inflação na Europa está em um nível recorde de 7,5%) se sobreporá à inquietude com relação ao impacto econômico da guerra sobre o continente? Essa é a pergunta do milhão.

🏦 Aperto monetário 

O aumento do custo de dinheiro tem se estendido pelo globo. Ontem, o Canadá e a Nova Zelândia aumentaram os juros em 0,50 ponto percentual. Esta madrugada foi a vez do Banco da Coreia, que aplicou um aumento de 0,25 ponto. Cingapura anunciou medidas de endurecimento monetário.

Na sexta-feira será a vez da China decidir sobre o custo de seu dinheiro, mas neste caso o país está empenhado em priorizar o crescimento econômico - deve reduzir pela segunda vez este ano sua taxa de juros.  

🔴 Os últimos desdobramentos da guerra 

A Rússia considera reduzir os controles de capital impostos para estabilizar os mercados após sua invasão à Ucrânia. O presidente norte-americano Joe Biden anunciou US$ 800 milhões em ajuda militar adicional dos EUA para a Ucrânia. A União Europeia concordou em fornecer mais dinheiro para armas.

A Rússia reiterou um aviso caso a Noruega e a Suécia decidam aderir à OTAN. A UE disse aos Estados membros que o cumprimento da exigência de Vladimir Putin de que as importações de gás russo sejam pagas em rublos violaria as sanções.

Um panorama dos mercados à primeira hora do diadfd

🟢 As bolsas ontem: Dow (+1,01%), S&P 500 (+1,12%), Nasdaq (+2,03%), Stoxx 600 (+0,03%), Ibovespa (+0,55%)

As bolsas dos EUA reverteram a trajetória de três dias consecutivos de perdas. As ações de tecnologia lideraram a tendência de alta e a venda massiva de títulos soberanos se arrefeceu. Alguns traders avaliam que os riscos geopolíticos e de inflação podem levar o Federal Reserve (Fed) a moderar seu plano de aperto monetário para controlar a inflação.

Saiba mais sobre o vaivém dos Mercados

No radar

Esta é a agenda prevista para hoje:

• Feriados: Argentina, México, Colômbia, Peru, Venezuela, Espanha

• EUA: Pedidos Iniciais por Seguro-Desemprego; Vendas no Varejo/Mar; Projeções de Vendas no Varejo/Mar; Estoques das Empresas/Fev; Confiança do Consumidor Michigan/Abr; Índice Michigan de Percepção do Consumidor/Abr; Expectativas de Inflação Michigan/Abr; Nível de Estoques do Varejo excluindo Automóveis/Fev; Estoque de Gás Natural

• Europa: Zona do Euro (Taxa de Facilidade Permanente de Depósito - BCE/Abr); Alemanha (Índice de Preços por Atacado/Mar); Reino Unido (Pesquisa de Condições de Crédito do BoE)

• Ásia: China (Investimento Estrangeiro Direto)

• América Latina: Brasil (IBC-Br/Fev)

• Bancos centrais: Reunião de Política Monetária e coletiva de imprensa do BCE. Discurso de Loretta Mester, membro do FOMC/Fed

• Balanços do dia: TSMC, Wells Fargo, Morgan Stanley, Goldman Sachs, Citigroup, PNC Financial, UnitedHealth, Coinbase, Ericsson

📌 E para amanhã:

• Feriados: Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, França, Espanha, Hong Kong, Brasil, Argentina, México, Colômbia, Peru, Venezuela

• EUA: Índice Empire State de Atividade Industrial/Abr; Produção Industrial/Mar; Utilização da Capacidade Instalada/Mar; Vendas da Indústria/Mar

• Europa: França (IPC/Mar); Itália (IPC/Mar)

• Bancos centrais: Pesquisa do BCE com previsões macroeconômicas

Destaques da Bloomberg Línea

Por que a Porto Seguro acha que você vai abrir mais uma conta digital

Eleições: Nordeste vira campo de batalha para Bolsonaro e Lula

Feriados em abril: o que abre em São Paulo na Páscoa e em Tiradentes em 2022

Investidores disseram ‘não’. Ele ‘pivotou’ e agora sua startup vale US$ 2,6 bilhões

Vélez, do Nubank: ‘Indústrias serão dominadas por empresas de tecnologia’

Como Buffett decidiu um acordo de US$ 11,6 bi em um jantar em NY

Também é importante

Nasdaqdfd

Inflação ao produtor dos EUA salta 11,2%, no maior patamar da história. Na comparação com fevereiro, a alta foi de 1,4% em março. O avanço mensal foi amplo em todas as categorias e também o maior já registrado.

Renner desbanca Dafiti e Shein estreia em ranking de e-commerce. A Renner (LREN3), do setor de moda e acessórios, subiu 9 posições no ranking geral do Setores do E-commerce, da Conversion, agência de Search Engine Optimization, e chegou ao primeiro lugar na categoria de sites de e-commerce, desbancando a Dafiti.

Argentina sobe juros para 47% para combater a maior inflação em 20 anos. O banco central da Argentina elevou as taxas de juros pela quarta vez este ano depois que dados de inflação divulgados no início do dia mostraram que os preços subiram no ritmo mensal mais rápido em 20 anos.

Sem energia da Rússia, Alemanha pode ter prejuízo de US$ 240 bilhões. A Alemanha foi avisada de que poderia enfrentar um impacto de 220 bilhões de euros (US$ 240 bilhões) na produção nos próximos dois anos no caso de uma interrupção imediata no fornecimento de energia da Rússia devido à guerra na Ucrânia.

Opinião Bloomberg

Sim, os russos sabem o que seus militares estão fazendo na Ucrânia: Leonid Bershidsky

As atrocidades que as tropas russas cometeram na Ucrânia levantam duas questões sobre os russos em casa: eles sabem que seus militares estão fazendo essas coisas? E se sim, eles estão bem com isso? As respostas são quase certamente “Sim” e “Eles estão trabalhando nisso”.

Pra não ficar de fora

A captação de recursos da MoonPay é o mais recente sinal do crescente interesse entre as celebridades em tecnologia financeira focada em criptomoedasdfd

A empresa de pagamentos de criptomoedas MoonPay obteve quase 16% de sua rodada de financiamento mais recente de celebridades.

Mais de 60 músicos, atores e outras personalidades ofereceram coletivamente cerca de US$ 87 milhões na última rodada de financiamento da empresa, disse a MoonPay em um comunicado à imprensa nesta quarta-feira. No final do ano passado, a startup levantou US$ 555 milhões em uma rodada da Série A liderada pela Tiger Global Management e pela Coatue Management, que avaliou a empresa em US$ 3,4 bilhões.

Celebridades na lista de investidores incluem Ashton Kutcher, Justin Bieber, Steve Aoki, Gwyneth Paltrow, Maria Sharapova, Diplo, Post Malone, Drake, Matthew McConaughey, Bruce Willis, Mindy Kaling e Paris Hilton.

💰 A captação de recursos da MoonPay é o mais recente sinal do crescente interesse entre as celebridades em tecnologia financeira focada em criptomoedas.

Quer receber o Breakfast por e-mail? Registre-se gratuitamente no nosso site e confira as edições anteriores da nossa newsletter.

Edição: Michelly Teixeira | News Editor, Europe

Por hoje é só. Voltamos na segunda-feira, 18.

Obrigado por ler nossa newsletter e bom feriado!