Brasil

Ministro da Educação é demitido em meio a acusações de tráfico de influência

Segundo prefeitos, Milton Ribeiro vinha dando prioridade a pedidos de verba feitos por prefeituras ligadas a pastores amigos de Bolsonaro

Milton Ribeiro é demitido do MEC em meio a denúncias de tráfico de influência
28 de Março, 2022 | 05:43 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — O ministro da Educação, Milton Ribeiro, foi demitido nesta segunda-feira (28). Sua exoneração, “a pedido”, foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

Ribeiro deixou seu cargo à disposição do presidente Jair Bolsonaro (PL) ainda na manhã desta segunda, com uma carta de demissão.

Ele estava em meio a pressões para deixar o comando do MEC depois que prefeitos o acusaram de envolvimento num esquema de tráfico de influência com dois pastores para liberação de verbas para prefeituras.

Segundo as acusações, publicadas pelos jornais O Estado de S. Paulo e Folha de S.Paulo, o esquema é operado pelos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura, ligados a Bolsonaro. Dizem os prefeitos que Ribeiro dava prioridade aos pedidos de verba feitos por prefeituras comandadas ligadas aos pastores e ao Centrão.

PUBLICIDADE

O agora ex-ministro nega qualquer irregularidade e disse que, assim que ficou sabendo das denúncias envolvendo o MEC, encaminhou as informações à CGU (Controladoria-Geral da União).

A pessoas próximas, Milton Ribeiro, também pastor evangélico, vem dizendo que deixou o governo para se dedicar à sua defesa.

Leia também

Bolsonaro lança candidatura à reeleição, tendo a economia como desafio

Ministro do TSE proíbe ‘atos políticos’ do Lolla a pedido de partido de Bolsonaro

Pedro Canário

Pedro Canário

Repórter de Política da Bloomberg Línea no Brasil. Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero em 2009, tem ampla experiência com temas ligados a Direito e Justiça. Foi repórter, editor, correspondente em Brasília e chefe de redação do site Consultor Jurídico (ConJur) e repórter de Supremo Tribunal Federal do site O Antagonista.

PUBLICIDADE