PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

McDonald’s fecha 850 lojas, mas mantém pagamento a funcionários na Rússia

Rede de fast food também fechou temporariamente suas 100 lojas na Ucrânia

Rede decide fechar temporariamente unidades na Rússia e Ucrânia
Por Leslie Patton
08 de Março, 2022 | 04:47 pm
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg — McDonald’s fechará temporariamente todas as suas 850 lojas na Rússia em resposta à invasão da Ucrânia pelo país.

A empresa continuará pagando seus 62 mil funcionários na Rússia, disse o McDonald’s em carta do presidente Chris Kempczinski. O McDonald’s também fechou temporariamente suas 100 lojas na Ucrânia e continua pagando seus funcionários lá.

PUBLICIDADE

“À medida que avançamos, o McDonald’s continuará a avaliar a situação e determinar se são necessárias medidas adicionais. Neste momento, é impossível prever quando poderemos reabrir nossos restaurantes na Rússia”, disse Kempczinski.

“Estamos passando por interrupções em nossa cadeia de suprimentos, além de outros impactos operacionais. Também acompanharemos de perto a situação humanitária”.

A pressão aumentou rapidamente sobre as empresas americanas e europeias para se retirarem da Rússia após a invasão da Ucrânia pelo país, que resultou em mortes de civis, dificuldades e uma crise de refugiados.

PUBLICIDADE

A Associated Press noticiou a decisão do McDonald’s mais cedo.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também