Bilhões em venture capital para a América Latina

Também no Breakfast: Mercados têm pausa para o Natal, com poucas praças operando em meia sessão; Segundo brasileiro deixa Morgan Stanley após investigação e Com nova fábrica de vidros para 2025, Ambev dribla falta de garrafa para cerveja

Tempo de leitura: 2 minutos

Bom dia! Hoje é 24 de dezembro de 2021 e este é o Breakfast - o seu primeiro gole de notícias do dia

Enquanto a pandemia incitava as pessoas da América Latina – e de todo o mundo – a usar a tecnologia para ensino e aprendizagem, negócios, alimentação, compras, serviços bancários e outros, fundos de venture capital entravam na região como nunca.

PUBLICIDADE

Em 2021, empresas sustentadas por venture capital levantaram US$ 14,8 bilhões em 772 negócios na América Latina, segundo dados do PitchBook. Isso é mais do que o capital total investido na região nos seis anos anteriores combinados.

  • Os investidores estrangeiros não deram muita atenção à região até por volta de 2019, quando o SoftBank lançou seu Fundo Latino-Americano de US$ 5 bilhões – uma grande aposta, já que a região só havia levantado um total de US$ 3,9 bilhões em venture capital no ano anterior. - No entanto, outros investidores repararam neste potencial. A combinação da adoção de tecnologia devido à pandemia e a maturidade do ecossistema de startups da região parece ter gerado uma explosão no empreendedorismo.
  • Muitas empresas de tecnologia floresceram durante a pandemia e cresceram a uma velocidade nunca antes vista. Mas players deste mercado consideram que um boom na América Latina é só uma questão de tempo.
Fundos levantados em 2021 superaram quantias dos anos anteriores combinadosdfd

Na trilha dos Mercados

Modo natalino nos mercados, com a maioria das bolsas mundiais fechadas. As poucas praças que estão em funcionamento trabalharão em meia jornada. Com baixos volumes de negociação e uma agenda macroeconômica vazia, os operadores de plantão terão um dia bastante tranquilo.

🌏 Na Ásia, as bolsas terminaram em direções contrárias: os índices Nikkei 225 e Shanghai terminaram em queda, enquanto o Hang Seng fechou com valorização.🇺🇸 Ontem, nos Estados Unidos, o S&P 500 bateu um novo recorde, com quase todos os principais setores no verde, puxado pela expectativa de que o crescimento econômico superará o brote da variante ômicron. Com a alta de 0,62% de ontem, o indicador já acumula 26% de valorização no ano.

🇪🇺 Já o europeu Stoxx 600 subiu 1% ontem e amealhou, durante o ano, cerca de 20% de alta. As ações dos setores de lazer e de bancos foram o destaque do dia.

Dia de plantão de Natal nas poucas bolsas que funcionam hojedfd

O repique de ontem nas bolsas recebeu o incentivo de índices macroeconômicos melhores do que o esperado nos EUA. O sentimento do consumidor melhorou, as vendas de novas casas aumentaram e os pedidos de auxílio-desemprego sinalizaram uma maior recuperação do mercado de trabalho.

Um dos indicadores que chamou a atenção dos investidores foi o dos pedidos de bens duráveis, com alta 2,5% em novembro, comparativamente ao mês anterior. As estimativas dos analistas eram de um acréscimo de 1,6%. Um forte aumento nas encomendas de aeronaves comerciais ajudou nos resultados.

A autorização pela Food and Drug Administration (FDA) para uso emergencial de duas pílulas contra o coronavírus, da Pfizer e da Merck, também trouxe otimismo aos mercados, já que podem proporcionar o tratamento dos pacientes de casa e minimizar potenciais danos sobre o sistema de saúde e a economia.

Saiba mais sobre o vaivém dos Mercados

S&P 500 renovou máximos históricosdfd

No radar

  • Mercados fechados nos EUA e com negociação parcial na Europa e no Brasil (sexta)

Destaques da Bloomberg Línea

Também é importante

  • Segundo brasileiro deixa Morgan Stanley após investigação: Mais um brasileiro operador do mercado de câmbio saiu do Morgan Stanley após uma investigação interna sobre suspeitas de marcação indevida em 2019. Rodrigo Jolig, que ajudava a gerenciar a divisão de opções cambiais do banco nova-iorquino até ser suspenso no âmbito de uma investigação interna há dois anos, foi desligado em novembro após a instituição divulgar alegações sobre sua conduta.
  • A China bloqueou a cidade de Xi’an, no oeste do país, na tentativa de frear um novo surto de coronavírus. Os 13 milhões de residentes da localidade foram orientados por autoridades a permanecer em suas casas e designar uma única pessoa para sair todos os dias para atender às necessidades básicas.
  • A Vale, segunda maior produtora global de minério de ferro, avalia adquirir uma fatia no sistema Minas-Rio, principal projeto da Anglo American no Brasil, segundo pessoas com conhecimento do assunto.
  • Um dos investidores de maior sucesso no mercado de dívidas de alto risco está evitando papeis da China Evergrande Group, citando os riscos a partir dos descontos elevados nos ativos e passivos que talvez não estejam plenamente refletidos no balanço patrimonial da incorporadora.

Opinião Bloomberg

Como a Europa pode quebrar a dependência da energia russa

Como se a pandemia e o aumento da inflação não bastassem, os europeus enfrentam outra fonte de preocupação para o inverno: uma crise de energia. Uma crise de oferta fez com que o preço da energia atingisse níveis recordes, bem a tempo da estação mais fria do ano. Também corre o risco de agravar uma situação preocupante na Ucrânia. Com a Rússia concentrando suas forças na fronteira, a dependência da Europa do gás russo limita as opções do Ocidente para impedir uma invasão.

Pra não ficar de fora

Na viagem espacial, Sun carregará a bandeira da nação caribenha de Granada, da qual agora tem cidadania dfd

Justin Sun, o empresário de criptomoedas e tecnologia, disse que voará para o espaço em um voo da Blue Origen no próximo ano, junto com cinco convidados.

Ele foi o licitante anônimo que pagou US$ 28 milhões em um leilão por uma cadeira para acompanhar Jeff Bezos na primeira missão tripulada da Blue Origin em julho, mas teve que reagendar a viagem devido a um contratempo. A empresa espacial comercial fundada por Bezos disse na época que o licitante não identificado iria futuramente na viagem.

Quer receber o Breakfast por e-mail? Registre-se gratuitamente no nosso site. E aqui você encontra as edições anteriores de nossa newsletter.
Por hoje é só. Um bom dia e um FELIZ NATAL !🎄💫!