promo
Green

BID Invest emite primeiro título azul da América Latina

Braço do Banco Interamericano de Desenvolvimento emitiu cerca de US$ 1,6 bilhão em títulos sob uma estrutura de dívida sustentável este ano

Energía de viento y sol
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O BID Invest emitiu o primeiro título da América Latina para financiar projetos relacionados à conservação da água e dos oceanos, consolidando um ano recorde de vendas de dívida sustentável.

O banco de desenvolvimento sondou o terreno com a emissão do primeiro título azul da região, que espera fechar esta semana, disse James Scriven, diretor- presidente do BID Invest. Embora os títulos azuis sejam um pequeno segmento do mercado de US$ 1 trilhão em dívidas que financiam projetos ambientais, sociais e de governança - ou ESG na sigla em inglês - , têm um amplo espaço para crescer na América Latina e no Caribe, disse Scriven.

“Haverá um nível crescente de demanda com o impacto da mudança climática nos meios de subsistência da América Latina e do Caribe, onde grande parte da população vive nas áreas costeiras”, disse.

Investidores compraram um recorde de quase US$ 39 bilhões em dívida ESG de emissores latino-americanos este ano, mais do que o dobro do montante emitido no ano passado, de acordo com dados compilados pela BloombergNEF. Os títulos azuis, usados pela primeira vez pelas Ilhas Seychelles em 2018, ainda não deslancharam, embora façam parte de um plano de reestruturação da dívida de Belize.

Scriven espera mais emissões desse tipo nesta região propensa a desastres naturais, onde quase 25% da população vive perto de áreas costeiras. Os recursos levantados com títulos azuis podem ser usados em tudo, desde hotéis sustentáveis à construção de pontes adequadas para suportar o aumento do nível do mar, explicou.

A emissão de estreia do banco, de 50 milhões de dólares australianos (US$ 37 milhões) em títulos de 10 anos, foi colocada no mercado da Austrália para atender à forte demanda por dívida ESG de investidores asiáticos, disse Scriven, que planeja anunciar a venda de títulos na COP26 das Nações Unidas em Glasgow na quarta-feira. Braço do Banco Interamericano de Desenvolvimento, o BID Invest emitiu cerca de US$ 1,6 bilhão em títulos sob uma estrutura de dívida sustentável este ano.

“Há muitos anos decidimos aumentar nossas atividades e nosso papel no combate à mudança climática”, disse. “Meu sonho era emitir um título azul.”

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Após proibição de cripto, moeda digital da China chega a 140 mi de usuários