As ações mais recomendadas para dezembro

Também no Breakfast: Safra questiona plano da Americanas na Justiça | Zuckerberg vende ações da Meta pela 1ª vez desde 2021 após alta de 172% no ano | O que está por trás da alta do bitcoin

Tempo de leitura: 3 minutos

Bloomberg Línea — Este é o Breakfast - o seu primeiro gole de notícias. Uma seleção da Bloomberg Línea com os temas de destaque no mundo dos negócios e das finanças. Bom dia e ótima leitura!

A continuidade da queda dos juros no Brasil e expectativas de fim do aperto nos Estados Unidos, somados ao avanço nos preços das commodities, contribuíram para alta de 12,5% do Ibovespa no último mês – o maior avanço mensal desde novembro de 2020.

Depois de uma temporada de balanços do terceiro trimestre vista como positiva por analistas e apesar do forte rali do mês anterior, corretoras e empresas de análise têm optado por ampliar, aos poucos, a exposição ao risco nas carteiras recomendadas.

Ainda assim, blue chips como Vale, Itaú Unibanco e Petrobras seguem entre as ações preferidas para investir em dezembro, segundo levantamento da Bloomberg Línea com 14 bancos e corretoras.

PUBLICIDADE

Leia mais: As 10 ações mais recomendadas para dezembro, segundo 14 bancos e corretoras

Levantamento da Bloomberg Línea com carteiras recomendadas destaca papéis que se beneficiam da queda dos juros; confira as principais recomendações para este mêsdfd

No Radar

Dia de calibrar expectativas. De um lado, os investidores vigilam os dados sobre o mercado de trabalho norte-americano para conjecturar sobre os próximos passos na política monetária do Federal Reserve (Fed). De outro, monitoram o rebaixamento da perspectiva de crédito da China e os últimos sinais vindos do Banco Central Europeu (BCE) sobre o rumo dos juros no continente. O dia também amanheceu movimentado no front corporativo, com acordos importantes no mercado de comunicação móvel.

⛈️ Nuvens no horizonte. A Moody’s Investors Service baixou de ‘estável’ para ‘negativa’ sua perspectiva para os títulos soberanos chineses, citando a maior preocupação global sobre o nível de endividamento da segunda maior economia do mundo. A combinação de um maior estímulo fiscal para impulsionar a atividade e a queda em espiral do setor imobiliário ameaçam a economia do país, disse a classificadora de risco.

💶 Mudança de opinião. Isabel Schnabel, membro do conselho do BCE, deu um importante giro em seu discurso usualmente “linha dura”. Em entrevista à Reuters, ela afirmou que a autoridade monetária pode descartar novas altas dos juros, dada a “notável” queda da inflação. Depois de uma longa campanha de alta do custo dos empréstimos, os preços na Zona do Euro subiram +2,4% em novembro, bem abaixo dos +10% do ano anterior e erto da meta de 2% do BCE. E falando em juros, o Banco Central da Australia cumpriu as expectativas ao manter os juros em 4,35%.

🛜 No front corporativo. A unidade de comunicação móvel do SoftBank está comprando por €473 milhões o controle de uma empresa irlandesa especializada em banda larga para carros, apostando na tecnologia de veículos inteligentes e autônomos. Nos EUA, a AT&T escolheu a Ericsson para modernizar sua rede sem fio no país, um projeto que pode chegar a quase US$14 bilhões em cinco anos. O acordo representa um golpe para a Nokia, que também é fornecedora de tecnologia para a AT&T. Os detalhes estão no Radar dos Mercados.

Mais sobre os eventos que movem os mercados hoje

Os mercados esta manhãdfd
🔘 As bolsas ontem (04/12): Dow Jones Industrials (-0,11%), S&P 500 (-0,54%), Nasdaq Composite (-0,84%), Stoxx 600 (-0,09%), Ibovespa (-1,08%)

LEIA + Siga a trilha dos mercados para conhecer as variáveis que orientaram os investidores →

🗓️ AGENDA: Os eventos e indicadores de destaque hoje e na semana →

Destaques da Bloomberg Línea:

Safra questiona plano da Americanas na Justiça e cita supostas irregularidades

Zuckerberg vende ações da Meta pela 1ª vez desde 2021 após alta de 172% neste ano

Viveka Kaitila, da GE, deixará o comando da empresa no Brasil após o fim do ano

E mais na versão e-mail do Breakfast:

• Também é importante: Estes são os vencedores do Caboré 2023, o ‘Oscar’ da indústria de comunicação no Brasil | O que está por trás da alta do bitcoin, que voltou a atrair a atenção de investidores

• Opinião Bloomberg: Por que grandes marcas agora apostam em produtos licenciados, com estética ‘kitsch’

• Para não ficar de fora: Os obstáculos para a CEO da GM alcançar uma receita de US$ 280 bilhões

⇒ Essa foi uma amostra do Breakfast, a newsletter matinal da Bloomberg Línea com as notícias de destaque no Brasil e no mundo.

Para receber a íntegra da newsletter na sua caixa de email, registre-se gratuitamente no nosso site.

Por hoje é só. Bom dia!

Obrigado por ler nossa newsletter matinal.

Equipe Breakfast: Michelly Teixeira (Editor/Newsletter Coordinator), Bianca Ribeiro (Content Producer), Filipe Serrano (Editor, Brazil), Mariana d’Ávila (Assistant Editor, Brazil), Victor Sena (Assistant Editor, Brazil)