Mercados

Itaú reforça área de emergentes com ex-gestor de fundo de pensão da Califórnia

Scott Grimberg, que atuava no Calpers, vai liderar uma equipe responsável pela gestão de um novo fundo de renda fixa

Reforço na equipe de renda fixa emergente
02 de Março, 2022 | 09:38 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — A Itaú Asset Management (ITUB4) contratou o gestor americano Scott Grimberg, que atuava no fundo de pensão dos servidores públicos da Califórnia (Calpers), o maior dos EUA, de acordo com comunicado. Grimberg é especialista em renda fixa de mercados emergentes.

Grimberg, que atua há 30 anos no gerenciamento de portfólios globais, vai se juntar à equipe da gestora em Nova York. Segundo o Itaú, ele vai liderar uma equipe responsável pela gestão de um novo fundo de renda fixa focado em mercados emergentes e voltado para investidores institucionais.

Antes do Calpers, o gestor passou também pelo Bank of America (BAC), BNY Mellon Asset (BNY), Nuveen Asset Management, além da S&P.

“As economias de mercados emergentes provavelmente crescerão mais rápido do que o mundo desenvolvido por um bom tempo e permitirão que os investidores recebam retornos mais altos do que estarão disponíveis nas economias estabelecidas”, disse Grimberg, em nota, destacando que os emergentes têm uma demografia mais favorável, menor alavancagem e espaço para expansão de investimentos.

PUBLICIDADE

“A chegada do Scott é parte da nossa estratégia de oferecer aos investidores institucionais acesso a alocações nos mercados emergentes em ações, renda fixa e ativos privados”, afirmou Charles Ferraz, CEO da Itaú Asset nos EUA, em comunicado. Segundo Ferraz, a Itaú Asset busca oferecer aos clientes institucionais insights de investimento em ativos de rápido crescimento e maior retorno em mercados emergentes. Ele afirmou que, entre os clientes da asset, estão alguns dos maiores investidores globais com interesse na América Latina e mercados emergentes.

No ano passado, a asset do Itaú contratou em São Paulo Raphael Kassin, ex-ABN Amro Asset e Credit Suisse Asset (CS), para liderar uma estratégia de bonds emergentes. Também trouxe Luiz Soares, ex-BlackRock (BLK) e Axiom Investors, para liderar outra área de renda variável de mercados emergentes em Nova York com foco em ações da Ásia, Europa Oriental e América Latina. A gestora tem R$ 830 bilhões em investimentos sob gestão.

Leia também

Toni Sciarretta

Toni Sciarretta

News director da Bloomberg Línea no Brasil. Jornalista com mais de 20 anos de experiência na cobertura diária de finanças, mercados e empresas abertas. Trabalhou no Valor Econômico e na Folha de S.Paulo. Foi bolsista do programa de jornalismo da Universidade de Michigan.