A variante ômicron já chegou ao Brasil

Também no Breakfast: mercados reagem positivamente ao discurso de Powell; Conheça os detalhes da distribuição da pílula da Pfizer contra Covid na AL e Dona do Mercado Bitcoin recebe aporte de US$ 50 mi

Tempo de leitura: 3 minutos

Bom dia! Hoje é 1º de dezembro de 2021 e este é o Breakfast - o seu primeiro gole de notícias do dia

Brasil identifica dois casos da nova variante (Foto: Jonne Roriz/Bloomberg)dfd

O Brasil detectou dois casos da variante ômicron em testes preliminares, os primeiros casos confirmados na América Latina.

A variante foi detectada em amostras de um viajante recém-chegado da África do Sul e sua esposa, informou a agência reguladora de saúde Anvisa em nota nesta terça-feira. Eles vão repetir os testes para novas confirmações, disse a agência, sem dar mais informações sobre os pacientes.

  • Vários países, incluindo o Brasil, aumentaram as restrições a viagens nos últimos dias em meio às notícias da nova variante Ómicron.
  • Identificada pela primeira vez na África do Sul, a variante foi detectada em locais do Reino Unido à Espanha e Canadá, principalmente em viajantes que transportam a doença através das fronteiras.
  • A variante ômicron, da Covid-19, pode frustrar a expectativa das armadoras quanto à liberação dos cruzeiros internacionais pelo governo federal, assunto pendente de decisão. Com os casos da nova cepa se alastrando pelo mundo e a necessidade de tempo para se cravar se a mutação do novo coronavírus dribla ou não a proteção oferecida pelas vacinas, as autoridades sanitárias estão sendo pressionadas a aumentar o rigor no controle das fronteiras.
  • Atualmente, há 23 navios de luxo e de expedição na América do Sul aguardando o sinal verde para entrar em águas brasileiras, informou a CLIA (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos), nesta terça-feira (30), em nota.

Na trilha dos Mercados

Depois do recuo de ontem, as bolsas internacionais voltam ao território positivo. Os operadores colocam na balança comentários de especialistas sobre a eficácia das atuais vacinas para a nova variante ômicron. E reagem positivamente aos sinais do Federal Reserve (Fed) de que o combate à inflação está entre suas prioridades.

Nos primeiros negócios desta manhã, tanto as bolsas europeias como os futuros de índices em Wall Street operavam com alta. A renda variável na Ásia fechou no azul.

PUBLICIDADE
Um retrato dos principais mercados esta manhãdfd

Retomando as apostas

🏦 Ontem, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, disse que a força da economia dos Estados Unidos e a elevada inflação podem justificar o fim das compras de ativos pelo banco central antes do planejado no próximo ano, embora a nova variante da Covid-19 represente um risco adicional para essas perspectivas.

O que mais chamou a atenção no discurso de Powell foi a retirada da palavra “transitória” para descrever a perspectiva de inflação, renovando as apostas de uma ação mais enérgica na política monetária do Fed. Os mercados monetários sugerem alta de mais de 60 pontos base nos juros no final de 2022.

Um “tapering” mais rápido abre a porta para uma antecipação de uma alta dos juros, avaliam os operadores, que estavam quase desistindo das apostas de aperto monetário com o surgimento do ômicron. Os comentários de Powell provocaram um forte movimiento de alta dos títulos de Tesouro de curto prazo.

🦠 A outra notícia que estimula o apetite dos investidores por risco tem a ver com o ômicron. Após o fechamento dos mercados, a Food and Drug Administration (FDA) divulgou a aprovação da pílula antiviral da Merck. Ainda que não esteja claro como esta medicação atua nas infecções pelo ômicron, a proliferação de mais tratamentos para a Covid-19 traz algum alento. Além disso, porta-voz da Universidade de Oxford afirmou que, até o momento, não havia nenhuma prova de que as atuais vacinas não proporcionassem altos níveis de proteção contra casos graves da doença. O director-geral da BioNTech e o ministro da Saúde israelense expressaram sentimentos similares. Além disso, a União Europeia acenou com dados tranquilizadores, informando que todos os 44 casos confirmados “eram assintomáticos ou apresentavam sintomas leves”.

Saiba mais sobre o vaivém dos Mercados

No radar

No Brasil:

  • IPP de outubro- PMI Industrial Markit
  • Fluxo Cambial Estrangeiro
  • Balança Comercial
  • PIB do 3º trimestre e Caged na quinta (2)
  • Dados da produção industrial na sexta (3)

No exterior:

  • O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, fala no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara
  • PMI de manufatura da zona do euro, hoje
  • Gastos com construção nos EUA, ISM da manufatura, Livro Bege do Fed, pesquisa de emprego ADP, hoje
  • Países aliados da Opep podem reavaliar planos para retomar o abastecimento de petróleo, quinta-feira
  • Pedidos iniciais de seguro-desemprego nos EUA, quinta-feira (2)
  • Relatório de empregos nos EUA, pedidos de fábricas, bens duráveis, sexta-feira (3)

Destaques da Bloomberg Línea

Também é importante

Opinião Bloomberg

Ômicron deve pressionar varejistas a exigir vacinas de funcionários

A variante ômicron da Covid-19 pode aparecer nos Estados Unidos em breve - se é que já não chegou - mas os varejistas do país ainda não estão interessados em fazer a única coisa que protegeria milhões de trabalhadores antes que ela apareça: vacinas obrigatórias.

Pra não ficar de fora

Colisión de nuevos modelos de arte en Art Basel Miami Beachdfd

US$ 7 milhões por um Haring, US$ 24 milhões por um Picasso, US$ 3,8 milhões por um Banksy, US$ 4,8 milhões por um Warhol, US$ 3,2 milhões por um Ed Ruscha... Aparentemente, em Miami Beach, o mantra pós-Covid é “business as usual”, e a Art Basel dá uma ideia de como os eventos não esportivos de massa estão voltando a uma certa normalidade.

Segundo os organizadores da Art Basel Miami Beach, a nova edição da maior feira de arte do continente pode atrair cerca de 80 mil visitantes. Ou seja, o ritmo estaria semelhante ao observado em 2019, ano anterior à pandemia de Covid. Em 2020, o MCH Group, empresa suíça proprietária da Art Basel, cancelou as edições de suas feiras.

Quer receber o Breakfast por e-mail? Registre-se gratuitamente no nosso site. E aqui você encontra as edições anteriores de nossa newsletter.
Por hoje é só. Bom dia!