PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Green

Greta Thunberg: COP26 é um ‘festival de greenwashing’ e blah blah blah

Ativistas planejam protestos em massa porque estão decepcionados por não terem tido acesso aos eventos da COP, bem como pela falta de progresso nas negociações

Ativistas liderados por Greta Thunberg participam de protesto
Por Bloomberg News
04 de Novembro, 2021 | 08:14 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — Cerca de 20 nações assinaram um acordo para interromper o financiamento de projetos envolvendo combustíveis fósseis no exterior, com a adesão da Itália no último minuto. Mas o impacto do acordo foi prejudicado pela ausência de países-chave como a China.

PUBLICIDADE

Fora do extenso centro de convenções da COP, ativistas ambientais, incluindo Greta Thunberg, estão planejando protestos em massa, porque estão decepcionados por não terem tido acesso aos eventos da COP, bem como pela falta de progresso nas negociações.

Depois de aparecer em um breve protesto no local da cúpula na quarta-feira, a ativista sueca fez um post no Twitter chamando a reunião de “festival de greenwashing”.

PUBLICIDADE

Mas há uma boa notícia: a Agência Internacional de Energia afirma que as promessas de emissões líquidas zero feitas na cúpula significam que ainda há a possibilidade de limitar o aumento do aquecimento global a 1,8 graus Celsius.

Nesta quinta-feira, a COP26 teve como foco a energia e a transição dos combustíveis fósseis para alternativas mais verdes. Mas, simultaneamente, uma tensa reunião da OPEP + rejeitou os pedidos do presidente dos EUA, Joe Biden, de mais produção de petróleo apesar de o presidente americano ter pressionado por acordos mais ambiciosos em Glasgow.

-- Com a assistência de Emma Ross-Thomas, Jess Shankleman, Charlotte Ryan, Rakteem Katakey, Jennifer A. Dlouhy, Alberto Nardelli, Rachel Morison, Greg Ritchie, Paul Burkhardt, Tasneem Brogger, John Ainger, Karoline Kan, Will Mathis e Jennifer Ryan.

Veja mais em bloomberg.com