A retomada frustrada dos M&As

Também no Breakfast: Os planos da maior vinícola da América Latina | A aposta de US$ 1,5 bi dos cruzeiros de luxo | A chegada das gorjetas aos pubs do Reino Unido

Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg Línea — Este é o Breakfast - o seu primeiro gole de notícias. Uma seleção da Bloomberg Línea com os temas de destaque no mundo dos negócios e das finanças. Bom dia!

O apetite de empresas por fusões e aquisições (M&A, na sigla em inglês) se mantém baixo em 2024, o que coloca em xeque a expectativa de uma recuperação do mercado depois de uma queda em 2023, de acordo com Carlos Lima, sócio do Pinheiro Neto e chefe da área de M&As do escritório de advocacia que liderou em assessoria legal de tais operações no país em 2023.

Em entrevista à Bloomberg Línea, Lima disse que 2024 caminha para ser muito parecido com 2023, que teve resultados abaixo dos anos anteriores.

De acordo com o advogado, alguns fatores, como a expectativa de que a taxa de juros nos EUA ficará elevada por mais tempo, mantêm as empresas cautelosas em 2024.

PUBLICIDADE

Segundo o sócio do Pinheiro Neto, apesar de grandes operações que foram anunciadas neste ano, como as fusões entre Grupo Soma e Arezzo, Petz e Cobasi, e Enauta e 3R, o volume total de negócios tem se mantido baixo, principalmente das operações entre empresas de capital fechado – que chamam menos a atenção e compõem a maior parte dos M&As no Brasil.

Leia mais: Juro alto e incerteza fiscal frustram retomada de M&As, diz sócio do Pinheiro Neto

Vista da região da marginal Pinheiros e da Berrini em São Paulo: fusões como as de Soma e Arezzo são uma minoria, segundo Carlos Lima, do Pinheiro Netodfd

No radar dos mercados

As ações operam perto da estabilidade nesta segunda-feira (13), enquanto os investidores aguardam dados importantes nos próximos dias que podem ajudar a balizar as expectativas para o rumo da taxa de juros ao redor do mundo.

📊 Balanços. A temporada de balanços corporativos continua e traz nos próximos dias a divulgação dos resultados do 1º trimestre de empresas como Petrobras, BTG Pactual, Azul, Raízen, Gol, IRB Brasil, JHSF, JBS, Marfrig, Equatorial e Tupy.

🇺🇸 Dados nos EUA. Todos os olhares estarão voltados para o índice de preço do produtor dos EUA, que será divulgado amanhã (14), antes dos dados da inflação de abril (CPI) no dia seguinte. Na semana passada, dados apontaram para uma desaceleração da economia em meio à inflação persistente, representando um desafio para a política monetária do Federal Reserve.

🤖 Aposta em IA. O SoftBank delineou planos para se tornar mais agressivo em inteligência artificial e outras áreas, após relatar um segundo trimestre de lucro e um aumento no valor dos ativos, incluindo a Arm Holdings.

Leia a matéria completa sobre o que está guiando os mercados hoje

Breakfast 13/05/24dfd
🔘 As bolsas na sexta (10/05): Dow Jones Industrials (+0,32%), S&P 500 (+0,16%), Nasdaq (-0,03%), Stoxx 600 (+0,77%), Ibovespa (+0,34%)

LEIA + Siga a trilha dos mercados para conhecer as variáveis que orientaram os investidores →

🗓️ Agenda: Os eventos e indicadores em destaque hoje e na semana →

Destaques da Bloomberg Línea:

O plano da maior vinícola da América Latina para superar a retração do mercado

Este investidor colocou US$ 1 mi em uma startup. Hoje deve US$ 2,6 milhões

Cruzeiros de luxo investem US$ 1,5 bilhão para criar ilhas particulares no Caribe

E mais na versão e-mail do Breakfast:

• Também é importante: Como a dinastia dona da Gucci está tentando devolver valor à marca | O desafio de Portugal para resolver uma das maiores crises de moradia da Europa

• Opinião Bloomberg: Como a Fórmula 1 passou de investimento arriscado a atividade rentável

• Para não ficar de fora: Novos hábitos: Gorjetas como as nos EUA desafiam cultura de pubs no Reino Unido

Essa foi uma amostra de Breakfast, a newsletter matinal da Bloomberg Línea com as notícias de destaque no Brasil e no mundo.

Para receber a íntegra da newsletter na sua caixa de email, registre-se gratuitamente no nosso site.

Por hoje é só. Bom dia!

Obrigado por ler nossa newsletter matinal.

Equipe Breakfast: Marcelo Sakate (Editor-chefe, Brasil), Filipe Serrano (Editor, Brasil) e Mariana d’Ávila (Editora Assistente, Brasil)