Negócios

Jeff Bezos terá de ‘desmontar’ ponte para receber seu novo superiate

Cidade holandesa concordou em desmontar temporariamente a seção central de uma ponte histórica para o iate de Bezos passar

Empresário mandou construir um superiate gigante na Holanda
Por Devon Pendleton e Fred Pals
02 de Fevereiro, 2022 | 09:26 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — O novo e gigantesco superiate de Jeff Bezos está quase pronto, mas levá-lo ao dono exigirá a reconstrução de uma ponte.

O veleiro de 417 pés de comprimento, codinome Y721, está sendo construído pela Oceanco, com sede em Alblasserdam, na Holanda. Para o barco chegar ao mar, ele terá que passar por Roterdã e navegar por baixo de uma ponte elevatória de aço conhecida como De Hef. O vão central da De Hef pode ser elevado a mais de 130 pés no ar, mas ainda assim não é alto o suficiente para acomodar os três mastros gigantes do iate.

Assim, a cidade concordou em desmontar temporariamente a seção central da ponte neste verão para o iate de Bezos passar, de acordo com Frances van Heijst, porta-voz de Roterdã. O NL Times relatou o plano da ponte na quarta-feira.

O Y721 será um dos maiores iates à vela já construídos na Holanda, a capital não oficial da construção de barcos para os muito ricos. O líder do projeto do conselho de Roterdã, Marcel Walravens, defendeu a decisão da cidade de permitir que a ponte fosse desmontada, dizendo à emissora local Rijnmond que era a “única alternativa” para concluir o que o município considera “um projeto muito importante” economicamente.

PUBLICIDADE

A Oceanco, e não a cidade, arcará com o custo da demolição parcial da ponte, disse van Heijst. É provável que alguns desses custos sejam repassados a Bezos, a segunda pessoa mais rica do mundo, com patrimônio líquido de US$ 175,8 bilhões, segundo o Bloomberg Billionaires Index.

De Hef é considerada um ícone do patrimônio industrial de Roterdã como um centro de construção naval, e as notícias sobre sua demolição parcial causaram rebuliço entre os moradores locais.

“Este homem ganhou seu dinheiro demitindo equipes, sonegando impostos, evitando regulamentações e agora temos que derrubar nosso belo monumento nacional?”, disse o político de Roterdã, Stephan Leewis, no Twitter. “Isso vai realmente longe demais.”

Não é a primeira dor de cabeça causada pelos mastros altos do Y721. A enormidade das velas do iate tornará inseguro pousar um helicóptero a bordo, então Bezos encomendou um iate de apoio equipado com um heliporto para trilhar ao lado.

PUBLICIDADE

Níveis crescentes de riqueza pessoal levaram as vendas de superiates a recordes no ano passado. Um total de 887 embarcações desse tipo foram vendidas em 2021, um salto de 77% em relação ao ano anterior e mais que o dobro do número de 2019, de acordo com um relatório da empresa de dados marítimos VesselsValue. A construtora de barcos Burgess registrou mais de 2 bilhões de euros (US$ 2,3 bilhões) em vendas de superiates no ano passado.

--Com a ajuda de Brad Stone.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE