Mercados

Ativos brasileiros devem sofrer com exterior: Principal do dia

Breakfast: Bolsonaro em Nova York, apreensão com precatórios, calendário de decisões de política monetária e reação ao Emmy Awards

Semana começa com cautela extrema nos mercados no exterior
20 de Setembro, 2021 | 09:06 am
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg Línea — A aversão ao risco atinge com tudo os principais mercados globais nesta segunda-feira (20), com investidores ativando a cautela antes de uma série de decisões de política monetária ao redor do mundo, incluindo a esperada reunião do Federal Reserve, o banco central americano, na quarta (22). Ativos brasileiros devem sofrer contágio com apreensão com o caso Evergrande na China.

  • No mesmo dia, o Banco Central brasileiro anuncia a decisão de juros; Banco do Japão, Banco Central da Noruega e Banco da Inglaterra também decidem nesta semana

O mercados também enfrentam riscos de incerteza sobre as perspectivas da agenda econômica de US$ 4 trilhões do presidente Joe Biden, bem como a necessidade de aumentar ou suspender o teto da dívida do país.

No mercado de commodities, o minério de ferro caiu para abaixo dos US$ 100 a tonelada depois que a China intensificou as restrições à atividade industrial. Os metais básicos, incluindo o cobre, também caíram.

Veja mais: Dúvidas sobre estímulos do Fed derrubam ações e futuros nesta segunda

PUBLICIDADE

Enquanto isso, o presidente Jair Bolsonaro chegou ontem a Nova York, onde participa, agora pela manhã, de uma reunião com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson. Os líderes se encontram no contexto da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, que reúne mais de 100 líderes mundiais, entre chefes de Estado e celebridades, como o grupo sul-coreano de K-pop, BTS.

  • Os temas centrais dos encontros devem ser a expansão do acesso a vacinas contra Covid-19 e o enfrentamento dos crescentes perigos da mudança climática.

Por aqui, o imbróglio dos precatórios ainda deve causar apreensão, já que governo e membros do Legislativo e Judiciário ainda não chegaram a um acordo. Os mercados também devem continuar reagindo ao aumento do Imposto sobre Transações Financeiras (IOF) sobre crédito para custear a alta do Bolsa Família.

  • Futuros americanos caem, com Dow Jones (-1,55%), S&P 500 (-1,31%) e Nasdaq (-1,06%)
  • Bolsas asiáticas fecharam em queda, com Tóquio/Nikkei 225 e Xangai fechados por feriados; Hong Kong/Hang Seng caiu -3,3%, reagindo a preocupações com a incorporadora chinesa, Evergrande
  • Por aqui, na segunda, o Ibovespa fechou em queda de 2,07%, aos 111.439,37 pontos. O dólar fechou em alta de 0,32%, a R$ 5,28.

Direto de Brasília (e outros lugares)

Nova safra de dados de pesquisa Datafolha, colhida entre 13 e 15 de setembro, indica que 69% dos brasileiros tem a percepção que a situação econômica do país piorou nos últimos meses, segundo o jornal Folha de S.Paulo. É o mais alto índice no governo Jair Bolsonaro.

O ex-governador Geraldo Alckmin, que pode deixar o PSDB, lidera o levantamento para o governo de São Paulo com 26% das intenções de voto, segundo o instituto. Fernando Haddad (PT) vem em segundo (17%), tecnicamente empatado com Márcio França (PSB, 15%). Guilherme Boulos (PSOL) tem 11%.

PUBLICIDADE

Pré-candidato a presidente, o governador João Doria (PSDB) tem reprovação de 38% (ruim/péssimo), 24% (ótimo/bom) e 38% (regular).

O relatório da CPI da Pandemia deve ser apresentado na próxima quinta-feira pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL). Há expectativa de que peça o indiciamento de Jair Bolsonaro por prevaricação no episódio de não encaminhar as denúncias de irregularidades na tentativa de compra da vacina Covaxin.

Jair Bolsonaro está em Nova York, onde abre amanhã a assembleia geral da ONU.

Enquanto você dormia

A Agência de Saúde Animal e Vegetal (APHA) do Reino Unido confirmou a ocorrência de um novo caso clássico de Encefalopatia Espongiforme Bovina (BSE), mais conhecido como mal da “vaca louca”. O animal estava em uma fazenda em Somerset, a 220 quilômetros a oeste de Londres e havia falecido na propriedade. Leia mais aqui.

As manchetes dos jornais:

  • Valor: Mercados emergentes e commodities ainda não precificaram desaceleração chinesa, diz BCA
  • Folha: Para 69% dos brasileiros, situação econômica do país piorou, diz Datafolha
  • Estadão: Orçamento secreto banca obra que favorece ministro
  • O Globo: Governo acelera processo para leiloar aeroportos de Congonhas e Santos Dumont até abril
  • NYT: Manchin, With Close Ties to Fossil Fuels, Will Craft U.S. Climate Plan
  • WSJ: Global Stocks, U.S. Futures Fall on China Property Fears
  • Washington Post: World leaders face furious push to act quickly on climate change

Agenda do dia

Indicadores Brasil: Boletim Focus (8h25)

Indicadores EUA: Índice NAHB de Mercado Imobiliário (11h)

PUBLICIDADE
  • Jair Bolsonaro: Encontro com o Primeiro-Ministro do Reino Unido, Boris Johnson (10h); Recepção oferecida pelo Representante Permanente do Brasil junto às Nações Unidas (18h)
  • Paulo Guedes (Economia): Reunião com o secretário executivo, Marcelo Guaranys (10h); Reunião com o secretário do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal (11h)
  • Roberto Campos Neto (BC): Participa, por videoconferência, de reunião do Central Bank Governance Group, promovida pelo Banco de Compensações Internacionais (BIS) (8h)

Pra não ficar de fora

A série The Crown, da Netflix, foi a grande vencedora do prêmio de melhor série dramática no Emmy Awards 2021, celebrado ontem à noite em Los Angeles e em Londres. A produção, que conta a vida da família real britânica, liderou, ao lado de The Mandalorian, da HBO, o número de indicações, mas foi a mais celebrada durante a cerimônia.

Um vulcão entrou em erupção neste domingo (19) em La Palma, uma das ilhas do arquipélago espanhol Ilhas Canárias, lançando uma nuvem de fumaça e cinzas.

--Com colaboração de Michelly Teixeira

Ana Siedschlag

Ana Carolina Siedschlag

Editora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero e especializada em finanças e investimentos. Passou pelas redações da Forbes Brasil, Bloomberg Brasil e Investing.com.

Graciliano Rocha

Graciliano Rocha

Editor da Bloomberg Línea no Brasil. Jornalista formado pela UFMS. Foi correspondente internacional (2012-2015), cobriu Operação Lava Jato e foi um dos vencedores do Prêmio Petrobras de Jornalismo em 2018. É autor do livro "Irmã Dulce, a Santa dos Pobres" (Planeta), que figurou nas principais listas de best-sellers em 2019.

PUBLICIDADE