Mercados

Ibovespa sustenta 120 mil pontos e dólar recua com exterior otimista após Powell

Tensões domésticas ficam de lado, com bom humor global prevalecendo sobre os mercados, mas investidores ainda aguardam bandeira tarifária da Aneel

Powell adiantou, ainda, que um provável tapering em 2021 não significa uma obrigatória alta nas taxas de juros
27 de Agosto, 2021 | 03:26 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — A fala do presidente do banco central americano, Jerome Powell, preparando os mercados para as reduções de compras de ativos este ano, deixou os mercados mais tranquilos ao redor do globo e abriu espaço para compras. O líder do Federal Reserve adiantou, ainda, que um provável tapering em 2021 não significa uma obrigatória alta nas taxas de juros.

Levado pela toada dos mercados lá fora, o Ibovespa consegue se manter em alta e sustentar o patamar dos 120 mil pontos. O dólar recua, assim como a curva de juros, dado o cenário mais favorável a apetite por risco. No entanto, os investidores ainda estão atentos às preocupações quanto ao risco energético no país. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve anunciar até o dia 31 a nova bandeira tarifária para setembro. Segundo O Globo, sem dizer como obteve a informação, a bandeira tarifária deve subir de R$ 9,49 para um valor entre R$ 14 e R$ 15 a partir do próximo mês, um aumento entre 50% e 58%.

  • O Ibovespa subia 1,34%, a 120.319 pontos, perto das 15h10
    • Vale (VALE3), Petrobras (PETR4 e PETR3) e Itaú (ITUB4) eram as maiores contribuições para a alta; na ponta oposta, B2W (AMER3), Intermédica (GNDI3) e Ambev (ABEV3) lideravam
  • O dólar caía 0,92%, a R$ 5,21
  • A curva de juros operava no vermelho: o vencimento para janeiro de 2022 recuava para 6,755%, enquanto o DI para janeiro de 2027 marcava 9,700%
  • Lá fora, as bolsas americanas disparavam. O S&P500 bateu novo recorde intradiário e subia 0,85%; o Dow Jones avançava 0,66%, e o Nasdaq, 1,19%

Veja mais: Com ação na cotação mínima de 12 meses, abaixo de R$ 19, Magalu anuncia novo programa de recompra

O mercado já se prepara também para os fortes indicadores econômicos na próxima semana:

PUBLICIDADE
  • Na quarta-feira, o IBGE divulga o PIB brasileiro do segundo trimestre, com estimativa mediana Bloomberg de +0,1% no comparativo trimestral, após alta de 1,2% no período anterior
  • Lá fora, o destaque é para os dados de emprego norte-americano medidos pelo Payroll. A contagem de agosto sai na sexta-feira, com estimativa de criação de 750.000 vagas, ante 943.000 em julho

Leia também

Brasília em Off: 7 de setembro será termômetro do time de Guedes

Banco Inter fecha acordo de compra da fintech USEND para ingressar no mercado dos EUA

Casa Branca estuda indicar Powell para segundo mandato no Fed

Kariny Leal

Kariny Leal

Jornalista carioca, formada pela UFRJ, especializada em cobertura econômica e em tempo real, com passagens pela Bloomberg News e Forbes Brasil. Kariny cobre o mercado financeiro e a economia brasileira para a Bloomberg Línea.

PUBLICIDADE