Mercados

Fundos do Opportunity compram fatia de 5% na Armac, maior locadora de máquinas pesadas do país

Companhia de Barueri (SP), que abriu capital há um mês, quer destinar os recursos captados no IPO para aumentar frota de equipamentos multicategoria

Desde a conclusão do IPO há 1 mês, a ação da Armac caiu 1,71% em relação a sua primeira cotação de fechamento
27 de Agosto, 2021 | 09:50 am
Tempo de leitura: 2 minutos

São Paulo — Novata no pregão do B3, a Armac, locadora de máquinas pesadas, sofreu alteração em seu quadro societário. A companhia, sediada em Barueri (SP) e que aluga principalmente para clientes do agronegócio, infraestrutura e mineração, comunicou que fundos de investimentos geridos pelo Opportunity adquiriram 5,03% do total de suas ações ordinárias (ARML3).

Veja mais: Santander prevê 55 novas companhias listadas na B3 em 2021 com onda de IPOs

A posição em 19 de agosto do Opportunity somava 17.406.991 ações detidas pelos fundos geridos por Opportunity HDF Administradora de Recursos, Opportunity Asset Administradora de Recursos de Terceiros e por Opportunity Gestão de Investimentos e Recursos. Essa fatia vale cerca de R$ 379 milhões, considerando o fechamento de ontem. O valor de mercado (valuation) da companhia soma cerca de R$ 7,5 bilhões.

Desvalorização de 1,71%

A empresa fez essa divulgação ao mercado por força do artigo 12 da Instrução n° 358/2002 da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), que determina informe à autarquia sobre aquisição ou venda de participação acionária relevante (correspondente a 5% ou mais).

PUBLICIDADE

Veja mais: Brasil deve fechar 2º semestre com total recorde de ofertas de novas ações, projeta XP

Criada em 1994, a Armac, que se apresenta como a maior do país em locação de escavadeiras hidráulicas, retroescavadeiras, tratores de esteira, minicarregadeiras, motoniveladoras e tratores agrícolas, concluiu seu IPO no dia 28 de julho, após precificar o papel a R$ 16,63, teto da faixa indicativa da oferta inicial de ações.

Em sua estreia, ARML3 disparou 33,37% e encerrou a R$ 22,18. Ontem, fechou a R$ 21,80, acumulando desvalorização de 1,71% em relação ao primeiro preço de fechamento. A Armac entrou para o Novo Mercado, segmento com os padrões mais elevados de governança corporativa da B3.

Ampliação de frota

O IPO, coordenado por Santander (líder), Itaú BBA, BTG Pactual e Morgan Stanley e realizado nos termos da ICVM 400, permitiu que o fundo Speed, da Gávea investimentos, e membros da família fundadora Aragão vendessem participação na empresa, num lote de 15 milhões de ações.

PUBLICIDADE

A companhia captou cerca de R$ 1 bilhão na tranche primária, com a emissão de 60,1 milhões de papéis, enquanto a oferta secundária, quando os atuais acionistas vendem parte ou a totalidade de suas fatias, movimentou R$ 361 milhões. A Armac pretende utilizar os recursos da oferta primária para a compra de máquinas e equipamentos.

A plataforma de locação de equipamentos multicategoria registrava, em março, uma frota própria de 1.403 equipamentos de linha amarela, que englobam pás-carregadeiras, escavadeiras hidráulicas, retroescavadeiras, tratores de esteira, minicarregadeiras, motoniveladoras, rolos compactadores, tratores agrícolas, entre outros.

Seus equipamentos são de fabricantes como John Deere, Volvo, Hyundai, JCB, New Holland, Caterpillar e Komatsu.

Leia também

O principal do dia: Explosão em Cabul e Jackson Hole marcam semana tensa para mercados

Guedes sinaliza energia elétrica mais cara em setembro

Minerva dá seu primeiro passo na Austrália e entra no mercado de ovinos

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.

PUBLICIDADE