PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Gigante dos cosméticos Coty protocola prospecto para IPO no Brasil

Dona de marcas como Bozzano, Risqué e Monange pede registro de oferta inicial de ações na CVM

Coty, que começou operações no Brasil nos anos 1990 em Campinas (SP), busca recursos para financiar seu crescimento
26 de Agosto, 2021 | 11:16 am
Tempo de leitura: 2 minutos

São Paulo — A companhia norte-americana de cosméticos Coty vai abrir o capital de sua filial brasileira, em um momento em que o segmento de beleza e de cuidados pessoais avança no mundo digital, exigindo investimentos dos players para o crescimento. A empresa é dona de marcas icônicas como Bozzano (pré/pós barba, desodorantes e modeladores de cabelo), Risqué (esmaltes), Monange e Paixão (loções corporais e desodorantes), além de atuar no mercado de fragrâncias de luxo, com as marcas Calvin Klein, Hugo Boss, Chloé, Burberry, Tiffany, Marc Jacobs, Gucci, Lacoste, entre outras.

PUBLICIDADE

Veja mais: Santander prevê 55 novas companhias listadas na B3 em 2021 com onda de IPOs

O pedido de registro da oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) foi protocolado, ontem, na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A operação será liderada pelo Bank of America, com o Itaú BBA e Santander como coordenadores. Além da distribuição primária (emissão de novas ações), haverá oferta secundária para a venda de papéis pela holding Coty B.V., segundo o prospecto preliminar.

PUBLICIDADE

“A companhia pretende utilizar os recursos líquidos provenientes da oferta primária integralmente para expansão da área digital, com aceleração do e-commerce e marketing digital; e desenvolvimento de produtos e markerting de categorias de beleza e cuidados pessoais”, informou o documentou sobre a destinação dos recursos da pretendida oferta.

Riscos

O prospecto preliminar lista os “principais riscos de mercado” para a Coty, como o risco cambial (“a companhia e suas controladas estão expostas a variações na taxa de câmbio dodólar americano e do euro, de modo que tais oscilações podem fazer com que a companhia incorra em perdas não esperadas, levando a uma redução dos valores dos ativos ou aumento dos passivos em moeda estrangeira”).

Processos judicais, administrativos ou arbitrais não sigilosos e relevantes também são mencionados, como um auto de infração referente à cobrança de IPI (acrescido de multa de 75% e juros). Há ainda outros processos de natureza tributária citados no prospecto, em que a companhia aguarda prazos para manifestações de defesa.

Marcas

As operações do Grupo Coty no Brasil foram iniciadas em 1995, em Campinas (SP), com a denominação de Coty Brasil Industria e Comércio de Cosméticos Ltda (CBICC), que tinha por objeto social a importação, distribuição e comercialização de perfumes e outros produtos de beleza. A partir de 2013, foram iniciadas as operações da Coty Brazil Retail, focada na importação e comercialização de produtos de cuidados pessoais e perfumes.

Veja mais: Natura planeja entregas por drone no começo de 2022

PUBLICIDADE

A Coty Retail foi constituída na forma de joint venture com a Frajo Internacional de Cosméticos S.A., que permaneceu em seu quadro de acionistas até março de 2016.

Em 1º de fevereiro de 2016, a CBICC adquiriu da Hypermarcas o controle integral da companhia, anteriormente denominada Novita Distribuição, Armazenamento e Transportes S.A. e da Savoy Industria de Cosméticos S.A. pelo valor de R$ 2,999 bilhões.

As marcas adquiridas foram: Éh, Monange, Paixão, Très Marchand, Contourè, Rastro, Avanço, Leite de Colônia, Lucretin (Cuidados com o Corpo), Cenoura & Bronze (protetores e bronzeadores solares), Summer/Radical (gel de cabelos), Bozzano e NY Looks (cuidados masculinos), Biocolor, Fluidgel (coloração), Risqué (esmaltes), Sanifill e Bitufo (higiene bucal), York (algodão e protetor de seios), Palinete (hastes flexíveis) e Kura Korte (curativos).

Leia também

Simpósio virtual de Jackson Hole destaca a incerteza dos próximos passos do Fed

Temporada de unicórnios: Seis startups devem entrar para o clube do bilhão no Brasil

Ameaçada por parceria entre B3 e Totvs, Sinqia inicia oferta restrita de ações para levantar até R$ 550 mi

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.