Ibovespa amplia queda com Petrobras após falas de Prates sobre dividendos; dólar sobe

CEO da Petrobras destacou cautela em relação à distribuição de dividendos em entrevista à Bloomberg News; falas de membros do Fed também estão no radar

Ações da Petrobras e da Vale
28 de Fevereiro, 2024 | 02:48 PM

Bloomberg Línea — O Ibovespa (IBOV) ampliou as perdas na tarde desta quarta-feira (28), puxado pelas ações da Petrobras (PETR3; PETR4).

Os papéis da petroleira passaram a cair mais de 3% e cediam até 4% por volta das 14h40 (horário de Brasília) após entrevista da Bloomberg News com o CEO Jean Paul Prates, que destacou cautela em relação à distribuição de dividendos diante da busca por se tornar uma potência em energia renovável.

A queda das ações da Vale (VALE3), em uma sessão de baixa para o minério de ferro, também pesava sobre o desempenho do principal índice da bolsa de valores brasileira nesta tarde.

No mesmo horário, o Ibovespa caía 1,11%, aos 130.232 pontos, em um pregão negativo também em Wall Street. O dólar, por sua vez, era negociado a R$ 4,96, com alta de 0,54% no mesmo horário.

PUBLICIDADE

Os investidores monitoram hoje dados mistos da economia dos Estados Unidos. Por lá, o Protudo Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre foi revisado para 3,2%, pouco abaixo dos 3,3% previstos. O índice de preços do PIB, contudo, foi de 1,6%, pouco acima da estimativa de 1,5%.

As atenções também estão voltadas para falas de membros do Federal Reserve, como Raphael Bostic e John Williams, enquanto não saem os dados do deflator do PCE amanhã (29).

No Brasil, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse que ainda há trabalho a ser feito para conter a inflação.

PUBLICIDADE

Destaque ainda para o bitcoin (BTC), que avança pelo quinto dia consecutivo, colocando a maior criptomoeda em valor de mercado no caminho para seu maior ganho mensal desde outubro de 2021. A moeda acumula alta de 39% no mês.

As ações mais negociadas nesta manhã eram:

Desempenho

No pregão de ontem (27), o Ibovespa fechou no azul, com alta de 1,61%, aos 131.689 pontos. O volume das negociações ficou em R$ 1.004.899.600.

As ações com as maiores altas foram: Pão de Açúcar (PCAR3), com +12,57%; BRF (BRFS3), com +8,14%; Dexco (DXCO3), com +7,65%.

As de maior queda foram: Sabesp (SBSP3), com -0,77%; Totvs (TOTS3), com -0,82%; Prio (PRIO3), com -1,00%.

No ano, o Ibovespa acumulava queda de 1,86% até o pregão anterior.

-- Cotações atualizadas às 14h40 (horário de Brasília)

PUBLICIDADE

-- Conteúdo elaborado com auxílio de dados automatizados da Bloomberg.

Leia também:

Na Iguatemi, receita para crescer acima do consenso vai além do portfólio de luxo

Advent compra controle da Skala Cosméticos em aposta no setor de beleza

Mariana d'Ávila

Editora assistente na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.