O avanço chinês em elétricos no Brasil

Também no Breakfast: Os desafios de Elon Musk com o uso ilegal de antenas da Starlink | Preços de aviões usados dispara com escassez de modelos e demanda alta | Eclipse raro movimenta negócios nos EUA

Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg Línea — Este é o Breakfast - o seu primeiro gole de notícias. Uma seleção da Bloomberg Línea com os temas de destaque no mundo dos negócios e das finanças. Bom dia!

Depois de muitos anos com diferentes tentativas, montadoras chinesas finalmente conquistaram espaço significativo no Brasil com a aposta no segmento de carros elétricos. Em um mercado em transformação, a expectativa é que as empresas do país asiático sejam decisivas na transição energética da frota brasileira, segundo fontes ouvidas pela Bloomberg Línea.

As chinesas BYD, GWM e Caoa Chery já respondem por metade das vendas de carros híbridos no país, segundo novos dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) referentes ao primeiro trimestre de 2024. Nos emplacamentos de automóveis 100% elétricos, as três montadoras e a também chinesa JAC Motors possuem quase 90% de participação de mercado.

Desta vez, montadoras chinesas emergem com uma proposta que vai além do preço competitivo e inclui novas tecnologias e design aprimorado. A decisão de produção local também deve garantir vantagens em termos de tributação e, consequentemente, de preços ao consumidor.

PUBLICIDADE

Leia mais: Como a BYD e outras marcas chinesas chegaram ao domínio em carros elétricos no país

Wang Chuanfu, fundador e presidente da BYD Co., direita, Stella Li, vice presidente global da BYD Co., esq. durante evento em concessionária da marca em São Paulo,dfd

No radar dos mercados

Ações e futuros de ações dos Estados Unidos operam próximos da estabilidade nesta segunda-feira (8), enquanto os investidores se preparam para uma semana movimentada que inclui dados de inflação dos EUA, uma decisão de política monetária do Banco Central Europeu e o início da temporada de resultados do primeiro trimestre.

🇺🇸 Juros nos EUA. A convicção dos traders em relação a três cortes de juros de 0,25 pp pelo Federal Reserve este ano está se dissipando, com os mercados agora preferindo apenas duas reduções. Swaps de taxas de juros implicam cerca de 60 pontos-base de flexibilização monetária nos EUA este ano, sendo o primeiro corte esperado até setembro.

📈 Alta do minério. O minério de ferro disparou mais de 6%, com os futuros ultrapassando novamente os US$ 100 a tonelada, em meio à especulação de que a demanda possa aumentar na China, o principal produtor de aço.

🏅 Novo recorde. O ouro alcançou um novo recorde acima de US$ 2.350 a onça antes de reduzir os ganhos nesta segunda, à medida que os investidores direcionam o foco para dados de inflação nos EUA nesta semana. Taxas mais altas geralmente têm um impacto negativo sobre o ouro, que não paga juros.

Leia a matéria completa sobre o que está guiando os mercados hoje

Breakfast 8/4/24dfd
🔘 As bolsas na sexta (05/04): Dow Jones Industrials (+0,80%), S&P 500 (+1,11%), Nasdaq Composite (+1,24%), Stoxx 600 (-0,84%), Ibovespa (-0,50%)

LEIA + Siga a trilha dos mercados para conhecer as variáveis que orientaram os investidores →

🗓️ Agenda: Os eventos e indicadores em destaque hoje e na semana →

Destaques da Bloomberg Línea:

Como antenas da Starlink, de Musk, são usadas ilegalmente em países em conflito

Preço de aviões usados dispara no mercado diante de escassez para companhias aéreas

Mercado vê petróleo a US$ 100 o barril com choques de oferta e tensão geopolítica

E mais na versão e-mail do Breakfast:

• Também é importante: ‘Condo King’ de Miami vende duas coberturas por US$ 150 milhões e mira São Paulo | Marcas de cosméticos têm nova preocupação: o consumo crescente de adolescentes

• Opinião Bloomberg: Para países como o Canadá, a questão deveria ser: mais imigrantes agora ou depois

• Para não ficar de fora: Eclipse raro: de paraquedismo a vinhos, NY terá eventos dedicados ao fenômeno

Essa foi uma amostra de Breakfast, a newsletter matinal da Bloomberg Línea com as notícias de destaque no Brasil e no mundo.

Para receber a íntegra da newsletter na sua caixa de email, registre-se gratuitamente no nosso site.

Por hoje é só. Bom dia!

Obrigado por ler nossa newsletter matinal.

Equipe Breakfast: Marcelo Sakate (Editor-chefe, Brasil), Filipe Serrano (Editor, Brasil) e Mariana d’Ávila (Editora Assistente, Brasil)