PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
ESG

Conheça as brasileiras entre as 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022

Seleção da Bloomberg Línea divulgada nesta segunda (25) destaca personalidades marcantes do ano que repercutem além de seus setores de atuação

As 15 brasileiras entre as 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022
25 de Abril, 2022 | 04:52 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg Línea — A Bloomberg Línea divulgou nesta segunda-feira (25) a lista das 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022, com personalidades marcantes do ano e que repercutem além de seus setores de atuação.

Do grupo final, apenas 15 brasileiras foram selecionadas, incluindo executivas das áreas financeira, do varejo, de tecnologia, além do mercado imobiliário. Há ainda personalidades do entretenimento, da música e do esporte.

PUBLICIDADE

Veja aqui as 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022

É o caso da jogadora da Seleção Brasileira Marta, a maior artilheira da história das Copas do Mundo, entre atletas masculinos e femininos, com 17 gols, e eleita a melhor do mundo seis vezes pela Fifa.

Do esporte para o mercado financeiro há Leila Pereira, presidente de 12 empresas do grupo Crefisa e presidente do clube paulistano Palmeiras.

A lista conta também com executivas de grandes empresas, como Cristina Betts, CEO da Iguatemi (IGTI11), bem como de multinacionais, caso da jornalista Alessandra Blanco, do Yahoo Brasil, e da engenheira Silva Penna, da Uber (UBER).

PUBLICIDADE

No mercado financeiro, o grupo é representado por Nicole Dyskant, da gestora de criptomoedas Hashdex, Bedy Yang, sócia da 500 Global, uma das maiores aceleradoras do Vale do Silício, bem como Fernanda Ribeiro, cofundadora da Conta Black, que se propõe a democratizar o acesso a serviços bancários para todos. Há ainda Marta Pinheiro, diretora executiva de Cultura e ESG da XP Inc (XP).

Outro setor destacado na lista é o de tecnologia, representado por Lindalia Junqueira, do HACKING.RIO, considerado o maior hackathon da América Latina desde 2018.

A seleção traz também nomes de mulheres que fazem a diferença ao promover a diversidade e inclusão em grandes empresas, como Gabriela Augusto, da Transcendemos Consultoria, e Liliane Rocha, da Gestão Kairós.

E inspirando as futuras gerações há Flavia Faugeres, fundadora da learntofly, startup digital para desenvolvimento de competências socioemocionais e práticas de saúde mental para jovens e adultos.

Já no entretenimento, destaque para a atriz Bruna Marquezine, que irá estrelar um filme da franquia americana DC, e Gessica Kayane, conhecida como Gyka, que é atriz, influenciadora digital e, mais recentemente, empreendedora.

Metodologia

A lista não pretende ser um ranking, mas uma vitrine das mulheres que mudam as regras do jogo na região. Para a escolha dos nomes, a equipe editorial destacou três pontos principais: liderança, impacto financeiro e influência social.

PUBLICIDADE

Em 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022, a seleção dos nomes foi feita pelo time de jornalistas da Bloomberg Línea, que analisou o panorama empresarial feminino e destacou 50 personalidades em 14 países: Brasil, Argentina, Uruguai, Colômbia, México, Costa Rica, Guatemala. El Salvador, Panamá, República Dominicana, Equador, Chile, Venezuela e Peru.

Leia também

Bloomberg Línea lança lista de 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022

O novo e curioso benefício para ajudar a atrair e reter talentos

Últimas BrasilCarreiraDiversidadeBloomberg Línea50 Mulheres de Impacto
Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.

PUBLICIDADE