Negócios

O novo e curioso benefício para ajudar a atrair e reter talentos

Com a demanda por trabalhadores maior do que a oferta, empresas estão oferecendo salários e vantagens que eram desconhecidas antes de 2020

Viajeros esperan en la cola para la salida de un ferry en San Francisco. Fotógrafo: Bloomberg/Bloomberg
Por Olivia Rockeman
24 de Abril, 2022 | 02:28 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Quando Facebook e Apple começaram a oferecer benefícios de congelamento de óvulos para funcionários em 2014, a medida foi vista como típica do Vale do Silício.

A vantagem criativa e nada convencional ajudou a atrair e manter jovens talentos em tecnologia, mas estava fora do alcance da maioria, exceto uma pequena fatia da força de trabalho dos EUA.

Agora, em um momento em que empresas fazem de tudo para recrutar e reter trabalhadores, os benefícios de fertilidade passaram de novidade a um item obrigatório para muitas empresas.

Graças à pandemia, que tornou a mercado de trabalho completamente diferente do que conhecíamos, as corporações tiveram que encontrar maneiras incomuns de atrair e manter funcionários valiosos, disse Rachael McCann, diretora sênior da Willis Towers Watson, uma empresa de consultoria e corretagem de seguros. O benefício da fertilidade tornou-se uma das abordagens mais populares, disse ela.

PUBLICIDADE

Nos EUA, a demanda por trabalhadores está superando em muito a oferta. Existem atualmente cerca de 1,8 vagas abertas para cada trabalhador desempregado, bem acima do coeficiente pré-Covid de 1,2. Com isso, empregadores aumentam salários e oferecem vantagens que eram desconhecidas antes de 2020 – incluindo a cobertura de custos com faculdade e bônus para funcionários que não faltam.

Melhores benefícios

Os empregadores também oferecem pacotes expandidos de assistência médica, com cobertura para saúde mental, para competir por talentos.

As empresas descobriram que os benefícios de fertilidade são cada vez mais populares entre as funcionárias mulheres, principalmente aquelas entre 25 e 40 anos.

O benefício também é importante para casais com diagnóstico de infertilidade, casais do mesmo sexo e indivíduos solteiros, bem como aqueles que foram incapazes de conceber naturalmente ou começam famílias mais tarde na vida.

PUBLICIDADE

“Nos cinco anos anteriores à pandemia, vimos muito interesse, mas não muita compra”, disse Kate Ryder, CEO da Maven Clinic, uma provedora de planejamento familiar cujos clientes incluem Snap, BuzzFeed e Boston Scientific.

A perda de funcionários valiosos na chamada “Great Resignation”, o desejo de dar mais ajuda a pais esgotados e o esforço para ter locais de trabalho mais inclusivos levaram as empresas a considerar benefícios de fertilidade, disse ela. “Agora todo mundo está comprando.”

O tipo mais comum de pacote de fertilidade limita os benefícios por funcionário. Um exemplo é um benefício único de US$ 25 mil, que cobriria cerca de duas rodadas de tratamentos de fertilização in vitro, ou um pouco mais de um ciclo de congelamento de óvulos.

Mas US$ 25 mil podem acabar rapidamente. Três ciclos de fertilização in vitro, por exemplo, é a abordagem clinicamente mais eficaz para mulheres com menos de 40 anos, de acordo com alguns estudos.

Os pacientes também podem ter custos adicionais, incluindo armazenamento de óvulos ou embriões e medicamentos necessários para fertilização in vitro.

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDADE

Leia também

Ferrari faz recall global de milhares de carros por problemas nos freios

Magnata de cripto desafia Wall Street com plano para derivativos

PUBLICIDADE