Mercados

Renda fixa: Fundos de pensão devem limitar liquidação de Treasuries longos

Rendimento dos títulos de dez anos nos EUA ultrapassou 2,75% na segunda-feira pela primeira vez desde março de 2019

Fundos de pensão devem limitar liquidação de Treasuries longos
Por Liz McCormick
11 de Abril, 2022 | 08:49 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O sell-off dos títulos do Tesouro americano de longo prazo continua ganhando força, mas há uma montanha de dinheiro corporativo à espreita que pode conter mais perdas.

A demanda dos fundos de pensão de grandes empresas “deve ajudar a limitar a trajetória das taxas de longo prazo em última análise”, Shahid Ladha, estrategista do BNP Paribas (BNP), disse à Bloomberg Television na segunda-feira. “Em termos de apetite e possível apoio à renda fixa nos EUA, temos visto uma média de US$ 10 bilhões por trimestre ou US$ 40 bilhões por ano.” No entanto, a demanda este mês está abaixo da média - portanto, há espaço para aumentar, acrescentou.

O rendimento dos títulos de dez anos nos EUA ultrapassou 2,75% na segunda-feira pela primeira vez desde março de 2019, após uma onda de alta de yields na Europa, à medida que operadores intensificaram as apostas globais em aumentos agressivos das taxas dos principais bancos centrais.

Embora a taxa básica nos EUA possa subir além desse patamar, provavelmente ultrapassando os 3%, a demanda por títulos do Tesouro provavelmente ressurgirá, disse Ladha.

PUBLICIDADE
Shahid Ladha, do BNP Paribas, diz que demanda de fundos de pensão deve ajudar a limitar o aumento dos rendimentos do Tesouro.Fonte: Bloombergdfd

Os fundos de pensão das 100 maiores empresas negociadas em bolsa dos EUA estão agora mais do que totalmente financiados após o aumento dos preços das ações no ano passado, de acordo com a Milliman, empresa de previdência e consultoria de risco.

Os fundos de pensão tendem a favorecer ativos que têm duration mais longo, ou sensibilidade a mudanças nas taxas de juros, para casar com os prazos de seus passivos.

  dfd

Títulos do Tesouro americano de trinta anos eram negociados na segunda-feira com rendimento de até 2,79%, alta de cerca de 0,34 ponto percentual desde o final de março e 0,89 ponto percentual em relação ao final do ano passado.

Os planos agressivos do Federal Reserve para a normalização da política monetária, incluindo a sinalização de um aumento adicional em cada reunião neste ano, a redução de sua carteira de títulos, bem como a contração fiscal, provocaram uma “reavaliação bastante rápida e contínua” dos rendimentos, disse Ladha.

PUBLICIDADE

Provavelmente nos próximos meses, “devemos encontrar um nível, que pode estar mais próximo de 3%” no rendimento de 10 anos em meio a “forte apoio” da demanda de fundos de pensão, disse Ladha.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE