PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

EUA querem sancionar Nord Stream 2: Ucrânia

Medida capacitaria comunidades de 41 milhões de habitantes em todo o país a impor restrições contra movimento

O estado de emergência duraria 30 dias iniciais, com a aprovação parlamentar chegando na quarta-feira, disse Danilov
Por Daryna Krasnolutska e Kateryna Choursina
23 de Fevereiro, 2022 | 08:45 am
Tempo de leitura: 4 minutos

Bloomberg — A Rússia enfrenta a ameaça de novas sanções após o reconhecimento de duas regiões separatistas no leste da Ucrânia. O presidente Vladimir Putin diz que continua aberto a “soluções diplomáticas”, mas insiste que os interesses e a segurança da Rússia devem ser garantidos.

Os líderes da União Europeia realizarão uma cúpula de emergência na quinta-feira (24) para discutir a crise, enquanto o presidente dos EUA, Joe Biden, deve visar mais sanções às elites próximas a Putin e ao gasoduto Nord Stream 2.

A Ucrânia disse que bancos e sites de ministérios sofreram outro ataque cibernético nesta quarta (23). Kiev está tentando declarar um estado de emergência em todo o país, que pode fazer com que as autoridades imponham restrições ao movimento por pelo menos 30 dias.

Veja atualizações sobre o caso, no horário de Brasília:

PUBLICIDADE

EUA planejam mais sanções à Rússia já na quarta-feira (15h11)

As sanções dos EUA devem atingir a Nord Stream 2 AG, empresa que construiu o gasoduto de US$ 11 bilhões que liga a Rússia e a Alemanha, segundo pessoas a par do assunto. Isso seguiria a decisão de Berlim na terça de interromper a certificação do projeto e complicar qualquer esforço futuro para colocar o pipeline em funcionamento.

As novas penalidades dos EUA para membros adicionais da elite russa expandiriam a lista daqueles dentro do círculo íntimo de Putin que enfrentam restrições sobre onde podem fazer negócios e viajar.

EUA dizem que o ataque hacker na Ucrânia é consistente com a Rússia (15h)

O ataque foi de natureza semelhante a uma interrupção distribuída de negação de serviço em bancos ucranianos na semana passada que os EUA atribuíram à Rússia, disse a Casa Branca em comunicado. Ele disse que entrou em contato com Kiev para oferecer assistência, inclusive para determinar quem foi o responsável.

Bolsas europeias fecham em baixa (14h36)

As ações europeias terminaram o dia em baixa, com as ações dos EUA continuando a cair em meio às crescentes tensões com a Rússia sobre o impasse na Ucrânia. O Stoxx Europe 600 caiu 0,3%, enquanto o S&P 500 recuou 0,7%, apagando ganhos anteriores no sentimento positivo de que as sanções ocidentais à Rússia foram inicialmente limitadas.

PUBLICIDADE

“Houve algum otimismo entre os investidores com os quais conversamos, pois as sanções da Casa Branca à Rússia não foram tão abrangentes quanto originalmente esperado, mas nossa sensação é que esta saga está longe de terminar e a maioria de nossos contatos espera sanções adicionais nos próximos dias também. como um pacote legislativo direcionado”, escreveu Isaac Boltansky, do BTIG.

Os temores de que a tensão na Ucrânia possa prejudicar a oferta de commodities impulsionaram tudo, de energia a trigo e níquel. O petróleo retomou um rali com o Brent chegando a US$ 98 o barril. O ouro subiu. Enquanto isso, o índice de volatilidade CBOE, ou o chamado medidor de medo, subiu para o mais alto desde o final de janeiro.

UE realizará Cúpula de Emergência sobre a Ucrânia (13h25)

Os líderes da União Europeia realizarão uma cúpula de emergência em Bruxelas na quinta-feira para discutir a situação na Ucrânia. O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, que preside as reuniões, disse que discutirá os últimos desenvolvimentos e como responsabilizar a Rússia por suas ações.

Os líderes da UE discutirão pontos de gatilho para possíveis sanções futuras contra a Rússia, de acordo com duas autoridades familiarizadas com os planos que pediram para não serem identificadas porque os preparativos são privados.

Tensão entre Ucrânia e Rússia aumentam em áreas controladas por separatistasdfd

União Europeia vai banir títulos russos no pacote de sanções (8h20)

A UE deve proibir a compra de títulos do governo russo como parte das sanções propostas a Moscou. As medidas proibirão a compra ou venda de “títulos transferíveis e instrumentos do mercado monetário emitidos” pela Rússia, o governo, o banco central russo ou entidades que atuam em nome deste último, de acordo com projetos de documentos vistos pela Bloomberg.

A medida está de acordo com outras divulgadas anteriormente pelos EUA, e não está claro o tamanho do impacto que terá na Rússia, que está se beneficiando dos altos preços da energia e do alto volume de reservas em moeda estrangeira.

PUBLICIDADE

China ataca EUA por aplicar sanções (8h)

A China expressou oposição às sanções contra a Rússia e criticou os EUA por inflamar as tensões sobre a Ucrânia, sugerindo que seu apoio à expansão da OTAN deixou Putin com poucas opções.

Pequim não vê as sanções como “a melhor maneira de resolver problemas”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores Hua Chunying na quarta-feira em uma coletiva de imprensa regular em Pequim. Ela também criticou os EUA e a Organização do Tratado do Atlântico Norte por colocarem armas “ofensivas” perto da Rússia, perguntando se “eles já pensaram nas consequências de encurralar uma grande potência”.

As tensões em torno da Ucrânia forçaram a China a um delicado ato de equilíbrio, com a amiga Rússia de um lado e o desejo de ser vista como proponente da ordem internacional apoiada pela ONU do outro.

Ucrânia busca estado de emergência (7h40)

O secretário do Conselho de Segurança e Defesa Nacional da Ucrânia, Oleksiy Danilov, propôs o estado de emergência enquanto pedia calma e dizia que “não terá um impacto radical em nossas vidas”.

PUBLICIDADE

Os tratados que Putin assinou com os separatistas permitem que ele envie tropas para as áreas que ocupam, aumentando a preocupação de que a proximidade da linha de contato entre os separatistas e os militares da Ucrânia possa desencadear uma nova escalada no impasse.

--Mais informações a seguir

Leia também

Eleições: por que a terceira via ainda é um desafio à matemática

Campos Neto: Projeto piloto do Real Digital começa no segundo semestre