Negócios

Chuvas derrubam exportações de minério de ferro da Vale

Embarques do produto em janeiro chegaram aos níveis mais baixo em pelo menos seis anos

Chuvas derrubam exportações de minério de ferro da Vale
Por James Attwood e Mariana Durao
02 de Fevereiro, 2022 | 09:34 pm
Tempo de leitura: <1 minuto

As chuvas mais fortes que o normal, que inundaram o sudeste do Brasil no mês passado, estão se refletindo nos dados comerciais do país, com os embarques de minério de ferro de janeiro chegando ao nível mais baixo em pelo menos seis anos.

O clima adverso afetou a atividade mineradora no estado de Minas Gerais, que abriga operações de companhias como a Vale, a segunda maior produtora global de minério de ferro. A empresa e seus pares na região tiveram que suspender operações nos primeiros dias do ano.

A interrupção custou cerca de 1,8 milhão de toneladas de exportações ao estado, o que se traduziu em uma queda de 13% das remessas em janeiro comparado com o mesmo período do ano anterior. Isso pode impulsionar a recuperação dos futuros de minério de ferro.

A Vale deve dar detalhes das interrupções nos resultados trimestrais ainda este mês.

PUBLICIDADE
  dfd

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE