Mercados

Bolsas fecham em queda nos EUA em meio a preocupações com a inflação

Temporada de balanços também está no radar dos investidores, que começa já amanhã (13), com destaque para instituições financeiras

Principais índices de ações americanos fecharam em queda nesta terça (12)
Por Rita Nazareth
12 de Outubro, 2021 | 05:30 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Em dia de mercados fechados no Brasil, as ações fecharam em queda nos Estados Unidos, enquanto os investidores aguardam o início da temporada de balanços e dados de inflação, que devem permanecer elevados.

Após o fechamento das negociações regulares, a Bloomberg News informou que a Apple provavelmente reduzirá suas metas de produção do iPhone 13 projetadas para 2021 em até 10 milhões de unidades devido à prolongada escassez de chips. Traders temem que os problemas da cadeia de suprimentos minem os lucros corporativos.

O presidente do Federal Reserve Bank de Atlanta, Raphael Bostic, disse que o aumento da inflação está durando mais do que as autoridades esperavam, então não é apropriado referir tal aumento como transitório. O vice-presidente Richard Clarida observou que as condições necessárias para iniciar a redução gradual do programa de compra de títulos foram “praticamente atendidas”.

Um teste-chave de confiança do mercado será o início da temporada de balanços na quarta-feira (13). O guidance trimestral, que melhorou nos últimos quatro períodos, agora está se deteriorando. Analistas projetam que os lucros das empresas do S&P 500 subam 28%, para US$ 49 por ação, de acordo com dados compilados pela Bloomberg Intelligence.

PUBLICIDADE

“A temporada de balanços nos dará uma pista realmente boa de onde estamos indo em algumas dessas questões de abastecimento”, disse Alicia Levine, chefe de ações e consultoria de mercado de capitais do BNY Mellon Wealth Management, à Bloomberg TV. “Os dois setores com que nos preocupamos são o industrial e o varejo, porque é aí que as empresas não conseguem repassar os preços com tanta facilidade.”

O S&P 500 caiu pelo terceiro dia. O petróleo WTI manteve-se acima de US$ 80 o barril, sob especulações de que uma crise global de energia continuará a impulsionar a demanda. Os rendimentos dos títulos do Tesouro de 10 anos caíram, enquanto o dólar pouco mudou.

O Fundo Monetário Internacional alertou sobre o risco de quedas repentinas e acentuadas nos preços das ações globais e no valor das casas, à medida que os bancos centrais globais retirem o suporte que forneceram durante a pandemia.

Para Karen Karniol-Tambour, co-diretora de investimentos para sustentabilidade da Bridgewater Associates, a maioria das carteiras não está suficientemente protegida contra a inflação.

PUBLICIDADE

Uma das coisas mais fáceis que os investidores podem fazer é “trocar seus títulos nominais por títulos indexados à inflação”, disse à Bloomberg TV. “É muito simples. Você vai literalmente ser pago, seja qual for o CPI. "

Eventos para acompanhar nesta semana:

  • Atas do FOMC dos EUA e CPI amanhã (13)
  • PPI e CPI da China na quinta-feira (14)
  • Pedidos iniciais de seguro-desemprego nos EUA e PPI também na quinta-feira

Principais movimentos nos mercados:

  • O S&P 500 caiu 0,2%
  • O Nasdaq 100 caiu 0,4%
  • O Dow Jones Industrial Average caiu 0,3%

--With assistance from Andreea Papuc, Cecile Gutscher and Julia Fanzeres.

Veja mais em Bloomberg.com