promo
Brasil

Polícia Federal faz buscas em casas de aliados de Bolsonaro

Cantor de Sérgio Reis e deputado Otoni de Paula estão entre os investigados

Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A Polícia Federal fez buscas nas casas do cantor Sérgio Reis, do deputado Otoni de Paula e de outras oito pessoas nesta sexta-feira (20), como parte de uma investigação sobre uma suposta tentativa de provocar protestos violentos contra o tribunal e o congresso nas comemorações do Dia da Independência, em 7 de setembro.

Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo juiz do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, que também publicou liminares proibindo os suspeitos de se aproximarem do tribunal superior e do Congresso em Brasília. Seus esforços são “ilegais e incrivelmente sérios”, disse Moraes em um comunicado.

As tensões se formam no período que antecede o feriado nacional e em meio a ruídos de que caminhoneiros, importante grupo de aliados do presidente Jair Bolsonaro, planejam tomar as ruas de Brasília em uma demonstração de apoio ao presidente.

O líder de extrema direita está atualmente cercado por várias investigações criminais que analisam seu conhecimento sobre irregularidades na compra de vacinas contra Covid-19 e esforços para lançar dúvidas sobre o sistema de votação eletrônica. Bolsonaro negou qualquer transgressão.

Veja mais: Bolsonaro intensifica ataques à Justiça Eleitoral do Brasil

As medidas devem piorar as relações já complicadas entre o STF e Bolsonaro, que alegou que Moraes está tentando minar sua presidência.

Reis é acusado de tentar intimidar ou atacar o chefe da autoridade eleitoral, que regularmente entra em confronto com Bolsonaro por suas teorias de conspiração sobre fraude eleitoral. Em um áudio que circulou nas redes sociais no início deste mês, ele é ouvido pedindo a seus apoiadores que invadam o tribunal superior e removam os juízes à força, se necessário. Reis não respondeu a um pedido de comentário.

Paula, que repetidamente atacou Moraes nas redes sociais, escreveu no Twitter na sexta-feira que não buscou violência.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Estratégia eleitoral de Bolsonaro sacode mercado no Brasil

Doria chama Bolsonaro de ‘criminoso’ que será julgado por tribunais

Campos Neto diz que tem observado muitos ruídos fiscais e em torno do Bolsa Família

Arthur Lira diz que reforma tributária pode ser votada depois, se for a vontade do plenário

Com avanço de vacinação, Doria fala em retomada de grandes eventos e prevê o ‘melhor Natal de todos os tempos’