PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Mais uma empresa capixaba entra na fila para abertura de capital na B3

Empresa de cibersegurança ISH Tech protocola prospecto preliminar de IPO e se junta ao grupo do Espírito Santo, que tem ainda a Vix Logística, do Grupo Águia Branca, e a Kora Saúde

Mais de 40 companhias concluíram IPO e passaram a ser listadas na B3 neste ano
20 de Agosto, 2021 | 03:10 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — Mesmo com a piora das condições de mercado, com o Ibovespa se afastando de sua máxima histórica, mais empresas estão entrando na fila de abertura de capital na B3. A última é a ISH Tech, empresa de cibersegurança sediada em Vitória (ES), que pediu, ontem, o registro de oferta inicial de ações (IPO), com a XP como líder da operação, além dos coordenadores UBS Brasil e Banco BTG Pactual. Nos últimos meses, o número de companhias capixabas interessadas em estrear na Bolsa cresceu com os pedidos da Vix Logística, controlada pelo Grupo Águia Branca, e Kora Saúde.

PUBLICIDADE

Veja mais: Sete de doze ações de ‘tech’ valem menos que no IPO

A empresa informa, em prospecto preliminar, que pretende usar os recursos captados na oferta primária com crescimento orgânico, com ênfase nas áreas de marketing, vendas, infraestrutura e recursos humanos, além de reforçar o capital de giro; pesquisa e desenvolvimento, com a finalidade de oferecer novos produtos e soluções para os seus clientes; e crescimento inorgânico, de modo a oferecer novas tecnologias e produtos em novas geografias, aumentar a base de clientes e a sua capilaridade e agregar eventuais sinergias operacionais.

PUBLICIDADE

O prospecto preliminar prevê distribuição secundária (quando os recursos vão para os acionistas vendedores, e não para o caixa da empresa). A ISH atua com clientes dos mais diversos ramos, incluindo varejo, fintechs, instituições financeiras, saúde, educação, indústria, entre outros, com infraestrutura de Data Center própria em Vitória e outros 9 escritórios operacionais regionais em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Goiânia, Recife e Fort Lauderdale, na Flórida (EUA).

Veja mais: Confira 10 IPOs para ficar de olho até o fim do ano

No fim de junho, a companhia registrou R$ 388 milhões em bookings em 12 meses, totalizando R$ 257 milhões em receita líquida e um crescimento médio anual (CAGR) entre 2019 e 2020 superior a 43%, com mais de 85% das receitas sendo recorrentes, segundo o prospecto preliminar.

Nas últimas semanas, além da ISH Tech, também protocolaram prospectos para registro de IPO na CVM, a Comerc Participações, Lupo, Vero e Environmental ESG Participações.

Leia também

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.