promo
Cripto

Binance suspende negociações de contratos futuros no Brasil

Suspensão ocorre devido a uma exigência da CVM, que não permite oferta desses produtos sem licença prévia

Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — Nesta sexta-feira (20), a corretora de criptomoedas Binance bloqueou o acesso de clientes no Brasil a produtos derivativos, como futuros de Bitcoin e demais criptos, na sua plataforma em português.

A suspensão ocorre devido a uma exigência da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que não permite a oferta desses produtos sem licença prévia. Segundo comunicado divulgado na imprensa, a empresa disse que implementou restrições em seu site e interrompeu a comercialização de produtos derivados em respeito as regulações locais.

De acordo com informação obtida pelo site CoinDesk, a corretora declarou que os clientes brasileiros ainda podem negociar futuros, opções, produtos de margem e tokens alavancados, desde que o acesso desses produtos seja feito pelo site em inglês.

A Binance vem endurecendo seus requisitos para negociações em todo o mundo, após órgãos de diversos países começarem a investigar a empresa por supostas irregularidades. Em julho de 2020, a CVM alertou a corretora justificando que ela não tinha autorização para intermediar contratos derivativos no Brasil e, assim, ordenando que ela interrompesse a oferta sob risco de pena de multa diária de R$ 1 mil.

LEIA TAMBÉM

Binance.US fecha rodada de financiamento com ‘investidores respeitáveis’ nos EUA

Banco Central observa regras de cripto à medida que aumenta o interesse dos investidores

Coinbase fará parceria com MUFG para lançamento no Japão

O CEO da Blockchain pagou US$ 2,9 milhões pelo 1º tuíte do Jack Dorsey

Facebook diz que sua carteira digital está ‘pronta para chegar ao mercado’

Igor Sodré

Igor Sodré

Jornalista com formação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com experiência na cobertura de cultura e economia, tendo como foco mercado financeiro e companhias. Passou pela Bloomberg News e TradersClub.