Cripto

Facebook diz que sua carteira digital está ‘pronta para chegar ao mercado’

Intitulada Novi, a carteira poderia oferecer pagamentos mais baratos para empresas e potencializar o lucro de serviços

Companhia quer facilitar transações com plataforma
18 de Agosto, 2021 | 08:31 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — O cocriador projeto de criptoativo do Facebook e chefe da divisão financeira da rede social, David Marcus, anunciou nesta quarta-feira (18) que a carteira digital da companhia, a Novi, está pronta para chegar ao mercado.

Em um post na plataforma Medium, Marcus disse que a Novi, que seria vinculada a um sistema de pagamento baseado em blockchain, pode desempenhar um papel fundamental na correção do sistema global de pagamentos.

“A mudança está muito atrasada. Acontecerá de uma forma ou de outra. Novi está pronta para entrar no mercado”, disse Marcus, que foi presidente do Paypal até 2018.

Segundo Marcus, a Novi poderia oferecer “pagamentos mais baratos para empresas”, além de potencializar o lucro de serviços comerciais, tendo em vista o tamanho da base de clientes do Facebook.

PUBLICIDADE

O anúncio pode indicar um provável desfecho positivo para o projeto de criptomoeda da rede social. Anunciada em 2019 e batizada como Libra, a stablecoin de Mark Zuckerberg encontrou inúmeras resistências burocráticas e regulatórias desde então. Em dezembro do ano passado, ela foi rebatizada para Diem, mas seu futuro permanece incerto, sem que ainda possua uma data de lançamento.

Entretanto, Marcus acredita que mesmo oferecendo suporte apenas para moedas fiduciárias dentro da Novi já agregaria valor para a plataforma. Ele destacou que o Facebook obteve licenças e aprovações para Novi em quase todos os estados norte-americanos. “Não vamos lançar em nenhum lugar onde ainda não tenhamos recebido tais autorizações”, escreveu.

Igor Sodré

Igor Sodré

Jornalista com formação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com experiência na cobertura de cultura e economia, tendo como foco mercado financeiro e companhias. Passou pela Bloomberg News e TradersClub.