Minério de ferro atinge menor preço desde outubro com fraqueza do aço

Fraca demanda por aço na China tem pressionado os preços da matéria-prima siderúrgica; na semana, baixa já supera os 9%

Vale supera las estimaciones de producción de hierro en un obstáculo para la subida de precios
Por Liz Ng "Liz"
21 de Fevereiro, 2024 | 11:17 AM

Bloomberg — O minério de ferro atingiu a cotação mais baixa desde outubro, e o tombo já passa de 9% na semana, em meio a crescentes sinais de demanda fraca por aço na China depois da semana de feriado do Ano Novo Lunar.

Os futuros da matéria-prima chegaram a cair 2,1% nesta quarta-feira (21) em Singapura, para US$ 118,25 a tonelada, em um terceiro dia seguido de forte queda.

Embora as autoridades chinesas tenham tomado medidas para tentar superar a persistente crise imobiliária do país, incluindo um corte recorde dos juros de referência para financiamento imobiliário, restam dúvidas sobre o consumo.

As margens baixas das usinas siderúrgicas chinesas inibem a retomada da produção de aço, segundo a Huatai Futures. Os estoques de aço também se acumularam durante o feriado, disse a corretora.

PUBLICIDADE

Os últimos números da principal associação do setor na China mostram que a produção de aço subiu 2,6% nos primeiros 10 dias do mês, apesar das perspectivas fracas de demanda.

O aumento de produção foi acompanhado por um salto de 24% nos níveis de estoque nas principais usinas, o maior aumento já registrado na série de dados de quatro anos.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE

Leia também:

PIB brasileiro surpreende, mas cresce sem avanço estrutural, aponta BNP Paribas

Mercado global de M&As tem início de ano aquecido e negócios somam US$ 425 bi