Ibovespa sobe e tem a maior alta mensal em 3 anos; petróleo cai apesar de Opep+

Principal índice de ações brasileiro acumulou ganho de 12,54% no mês, maior avanço para um mês desde dezembro de 2020; dólar sobe e fecha a R$ 4,91

After hours
30 de Novembro, 2023 | 07:04 PM

Bloomberg — O Ibovespa (IBOV) fechou em alta de 0,92%, aos 127.331 pontos, nesta quinta-feira (30), último pregão de novembro. Com isso, o principal índice de ações brasileiro acumulou ganho de 12,54% no mês e avança 16,04% em 2023.

É a maior alta para um mês desde novembro de 2020 (9,3%) e o maior avanço mensal desde dezembro de 2020 (15,90%). O dólar à vista fechou em alta de 0,56%, a R$ 4,915.

No pregão desta quinta, a maioria das ações fechou em alta, com destaque para Cielo (CIEL3), Magazine Luiza (MGLU3) e Embraer (EMBR3).

Empresas de peso como Vale, Petrobras (PETR4;PETR3), Itaú, Bradesco e Ambev ajudaram também no desempenho. Por outro lado, os frigoríficos ficaram entre os destaques negativos, com Marfrig (MRFG3) liderando as baixas.

PUBLICIDADE

A alta desta quarta refletiu em parte a fala do diretor de Política Monetária do Banco Central, Gabriel Galípolo, de que o mercado “pede” uma aceleração no ritmo do ciclo do corte de juros.

A fala do diretor afetou os juros futuros no mercado brasileiro, que cederam. A inflação dos Estados Unidos medida pelo indicador PCE, que veio dentro do esperado em outubro, também contribuiu para o bom desempenho global dos mercados.

Mesmo com o corte na produção de petróleo anunciado pela Opep+, o preço do petróleo WTI caiu 2,44% nesta quinta-feira, a US$ 75,96, diante das expectativas dos investidores de uma desaceleração global causada pelo aperto monetário.

PUBLICIDADE

As ações das petroleiras na bolsa brasileira subiram, apesar da queda. Os papéis preferenciais da Petrobras, por exemplo, tiveram alta de 0,97%. Os da PRIO subiram 0,48%.

Estados Unidos

Wall Street registou recuperação no final do dia, alimentada pela especulação de que o Federal Reserve irá pôr fim à sua campanha agressiva de aumento de juros. O Dow Jones subiu 1,47%, o S&P500 ganhou 0,38% e o Nasdaq recuou 0,23%.

Após o aumento de US$ 3 biliões em valor de mercado neste mês, o S&P 500 está agora a apenas 5% do seu pico histórico.

O indicador subiu mais de 8% em novembro – um feito alcançado menos de 10 vezes para o mês desde 1928, segundo dados compilados pela Bloomberg. Foi também o melhor mês do indicador desde julho de 2022.

Os gastos dos consumidores, a inflação e o mercado de trabalho nos EUA esfriaram nas últimas semanas, o que reforça os sinais de que o crescimento está gradualmente desacelerando.

As ações do Ibovespa com melhor desempenho foram:

Cielo SA (CIEL3) com 7,77%

PUBLICIDADE

Magazine Luiza SA (MGLU3) com 7,45%

Embraer SA (EMBR3) com 5,44%

Já os de pior desempenho foram:

Klabin SA (KLBN11) com -3,67%

PUBLICIDADE

Braskem SA (BRKM5) com -6,45%

Marfrig Global Foods (MRFG3) com -6,54

-- Conteúdo elaborado com auxílio de dados automatizados da Bloomberg.

-- Com informações da Bloomberg News

PUBLICIDADE

Leia também

Os princípios de Charlie Munger, parceiro de Buffett, para investir e viver bem

Na Ambev, a Black Friday também foi de recordes de vendas para o Zé Delivery

Victor Sena

Editor assistente na Bloomberg Línea. Formado em Jornalismo pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Especializado em cobertura de economia.