Ibovespa cai com Petrobras e B3, mas encerra semana com ganhos; dólar vai a R$ 4,99

Índice brasileiro caiu 0,63% nesta sexta, mas semana teve ganho acumulado; Vale subiu após balanço, ajudando a amenizar as perdas do dia

After Hours
23 de Fevereiro, 2024 | 06:39 PM

Bloomberg Línea — O Ibovespa (IBOV) fechou em queda de 0,63% nesta sexta-feira (23), aos 129.419 pontos, influenciado principalmente pelo recuo das ações da Petrobras (PETR3, PETR4) e da B3 (B3SA3), depois de a empresa operadora da bolsa informar o balanço trimestral, que teve receitas pressionadas e despesas acima do esperado. As perdas foram amenizadas pelo avanço das ações da Vale (VALE3). Já o dólar (USDBRL) subia 0,69%, a R$ 4,99, no final do pregão.

Com o resultado, o índice brasileiro encerrou a semana com ganhos de 0,54%, o terceiro período consecutivo de avanço. Em fevereiro, o índice acumula alta de 1,30% até esta sexta.

Os investidores reagiram nesta sexta aos resultados da Vale. A mineradora divulgou seu balanço do quarto trimestre na noite de quarta-feira (22) e reportou lucro líquido de US$ 2,4 bilhões no quarto trimestre de 2023, queda de 35% na comparação anual. O resultado foi impactado, em parte, por provisão referente à Samarco. No ano, o lucro líquido da companhia foi de US$ 8 bilhões, queda de 58% sobre 2022.

Já a geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês), ajustado ficou em US$ 6,3 bilhões no trimestre, alta de 37% na comparação anual.

PUBLICIDADE

Os papéis da companhia chegaram a avançar até 2,57% no início do pregão, mas perderam força ao longo do dia e encerraram com alta de 0,24%.

No mercado americano, as ações ficaram “de lado”, depois de um rali na véspera impulsionado pelos resultados trimestrais da Nvidia (NVDA) que fez os papéis do setor de tecnologia subirem. O S&P 500 e o Dow Jones tiveram leve alta, enquanto o índice Nasdaq caiu.

Enquanto isso, investidores seguem avaliando os próximos passos do Federal Reserve, com a perspectiva de que o ciclo de corte de juros deve começar mais tarde este ano do que o esperado anteriormente.

PUBLICIDADE

O presidente da regional de Nova York do Federal Reserve, John Williams, afirmou que a economia caminha na direção certa e que provavelmente será apropriado reduzir as taxas de juros ainda este ano.

Em uma entrevista ao Axios, Williams disse que os diretores do banco central americano querem ver dados de inflação que continuem a se aproximar da meta de 2% do banco central.

“Em algum momento, acredito que será apropriado recuar na política monetária restritiva, provavelmente mais tarde neste ano”, disse Williams na entrevista publicada na sexta-feira e realizada na véspera. “Mas tudo se resume em ler os dados e procurar sinais consistentes de que a inflação não esteja apenas diminuindo, mas também esteja se movendo em direção à meta de longo prazo de 2%.”

Os papéis de maior valorização do Ibovespa foram:

  • Ez Tec Empreendimentos e Participacoes S/A (EZTC3) com 4,06%
  • Magazine Luiza (MGLU3) com 1,90%
  • CSN (CSNA3) com 1,60%

Já os de pior desempenho foram:

  • Atacadao (CRFB3) com -4,05%
  • Raízen (RAIZ4) com -4,16%
  • Cia Brasileira de Distribuicao (PCAR3) com -5,03%

As ações mais negociadas foram:

  • Magazine Luiza (MGLU3) com R$ 108.668.200.
  • B3 (B3SA3) com R$ 62.078.100.
  • Hapvida (HAPV3) com R$ 52.726.200.

No ano, o Ibovespa acumula queda de 3,55% até o pregão de hoje.

PUBLICIDADE

--- Conteúdo elaborado com auxílio de dados automatizados da Bloomberg. Com informações da Bloomberg News.

Leia também

Mercado Livre volta a acelerar o crédito e vê início de ano ‘muito forte’, diz RI

Alta de 16% da Nvidia gera perdas de US$ 3 bi para investidores com posição vendida