Ibovespa avança com Petrobras e Vale; Haddad e Campos Neto estão no radar

Principal índice de ações da bolsa brasileira tentava recuperar o patamar dos 130 mil pontos; ata do Copom também é destaque

Ibovespa avança com Petrobras e Vale; Haddad e Campos Neto estão no radar
06 de Fevereiro, 2024 | 10:59 AM

Bloomberg Línea — O Ibovespa (IBOV) avança nesta terça-feira (6), em uma sessão de ganhos para commodities como o minério de ferro e o petróleo.

Os investidores repercutem a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que reiterou as expectativas de novos cortes de 0,50 ponto percentual nas próximas reuniões.

Falas do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, também serão observadas. Traders buscam pistas sobre o quanto o governo ainda está comprometido em atingir a meta de déficit primário zero estabelecida para 2024.

LEIA +
‘Não sacrificamos o investimento para garantir corte de custos’, diz CFO do Itaú

Por volta das 11h (horário de Brasília), o principal índice da bolsa de valores brasileira subia 1,38% aos 129.353 pontos. Os papéis da Vale (VALE3) e da Petrobras (PETR3; PETR4) subiam 1,62%, 1,61% e 1,70%, respectivamente, contribuindo para o otimismo da bolsa doméstica.

PUBLICIDADE

O dólar, por sua vez, era negociado a R$ 4,97, com queda de 0,25% no mesmo horário.

Destaque ainda para o relatório Focus, do Banco Central, novamente com atraso nesta terça-feira por conta de uma mobilização de servidores.

Não houve mudanças nas projeções para esta semana. Os economistas consultados pelo BC seguem estimando inflação de 3,81% e crescimento de 1,60% do PIB em 2024. Para o câmbio, a estimativa é de R$ 4,92% em dezembro, enquanto para a Selic, é esperada taxa de 9,00% ao fim do ano.

PUBLICIDADE

No exterior, os índices futuros de ações tentam uma abertura no azul em Wall Street, após dois dias de aumentos dos rendimentos dos Treasuries, que quase eliminaram as chances de um corte nas taxas do Federal Reserve em março.

As ações mais negociadas nesta manhã eram:

Desempenho

No pregão de ontem (5), o Ibovespa fechou no azul, com alta de 0,32%, aos 127.593 pontos. O volume das negociações ficou em R$ 963.923.900.

As ações com as maiores altas foram: WEG (WEGE3), com +2,06%; Bradesco (BBDC4), com +2,02%; JBS (JBSS3), com +2,00%.

As de maior queda foram: Arezzo (ARZZ3), com -5,49%; Azul (AZUL4), com -5,97%; Cogna Educação (COGN3), com -6,34%.

No ano, o Ibovespa acumulava queda de 4,91% até o pregão anterior.

-- Conteúdo elaborado com auxílio de dados automatizados da Bloomberg.

PUBLICIDADE

Leia também:

Adam Neumann prepara oferta pela WeWork cinco anos após ‘expulsão’

Como ficam as ‘juniors oils’ com a suspensão da venda de ativos pela Petrobras

Mariana d'Ávila

Editora assistente na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.