Da avalanche de balanços aos sinais do Fed: os eventos que movem os mercados

Os investidores também dirigem o foco à emissão de US$1 bilhão em dívida pelo UBS e ao rebaixamento à categoria “junk” de um banco de NY

Estes são os eventos que orientam os investidores e movem os mercados hoje
07 de Fevereiro, 2024 | 06:52 AM

Barcelona, Espanha — Os destaques de hoje, além da avalanche de balanços corporativos, serão os discursos de dirigentes do Federal Reserve (Fed) sobre a economia ( Adriana Kugler, conselheira, Susan Collins, presidente do Fed de Boston e Thomas Barkin, do Fed de Richmond).

Entre os resultados programados para hoje estão Alibaba, Walt Disney, Calrsberg, TotalEnergies, Uber, Arm entre outros. Para o resto da semana, a lista inclui L’Oreal, AstraZeneca, Siemens, Unilever, SoftBank, AP Moller - Maersk, Nestlé, ArcelorMittal e PepsiCo.

Assine a newsletter matinal Breakfast, uma seleção da Bloomberg Línea com os temas de destaque em negócios e finanças no Brasil e no mundo.

🗣️ Ecos de Powell. Uma série de funcionários do Fed ecoou os sinais de Jerome Powell de que o banco central não tem pressa em baixar os juros. Loretta Mester, presidente do Fed de Cleveland, declarou que é provável que os responsáveis pela política monetária sintam-se confiantes em diminuir as taxas “mais tarde neste ano”, caso a economia siga o curso previsto. Neel Kashkari, seu homólogo de Minneapolis, reconheceu a melhora substancial na luta contra a inflação, porém destacou a necessidade de mais avanços. Na Europa, Isabel Schnabel, do Banco Central Europeu, disse que os formuladores de políticas devem ser “pacientes e cautelosos”.

💸 Risco bancário? A Moody’s Investors Service rebaixou à categoria “junk” (grau especulativo) a nota de crédito do New York Community Bancorp, uma semana após o credor regional revelar uma perda surpreendente em sua exposição ao conturbado mercado imobiliário comercial. Desde então, suas ações despencaram em torno de 60%. A secretária do Tesouro, Janet Yellen, disse que os órgãos reguladores trabalham para garantir que as reservas e a liquidez do sistema financeiro possam lidar com as perdas no setor imobiliário comercial.

PUBLICIDADE

💰 Promessa é dívida. Apenas um dia após anunciar planos para vender bilhões em títulos de risco nos próximos anos, o UBS Group está ofertando US$1 bilhão em notas de Nível 1 Adicional denominadas em dólares, com vencimento em abril de 2031 e um rendimento inicial de cerca de 8,375%, segundo fontes da Bloomberg. Essa ação segue-se a uma oferta de US$ 3,5 bilhões desses títulos em novembro, cuja demanda atingiu US$ 36 bilhões. O movimento faz parte da estratégia do banco suíço de aumentar sua reserva de capital até 2029, incluindo a captação de até US$2 bilhões em dívida subordinada este ano, através da colocação gradual de AT1s.

🌖 Volatilidade pré-Ano Novo. As bolsas asiáticas mostraram volatilidade devido a incertezas sobre a eficácia das medidas que vêm sendo anunciadas pela China para apoiar o mercado. A prudência dos investidores deve continuar, especialmente com os mercados chineses fechados pelo feriado do Ano Novo Lunar, que começa na sexta-feira. Predomina a visão de que tais medidas são temporárias e insuficientes para resolver os problemas estruturais da China, incluindo questões no setor imobiliário e baixa produtividade.

🏤 Fazendo caixa. O banco estatal alemão de desenvolvimento KfW planeja levantar até €2,2 bilhões com a venda de uma participação no antigo monopólio estatal de correio do país, o Deutsche Post. A instituição planeja vender até 50 milhões de ações, o que equivale a uma participação de 4% na empresa, segundo documentos vistos pela Bloomberg News.

PUBLICIDADE

📈 O vaivém dos ativos. Os contratos futuros de índices dos EUA subiam em uma margem muito estreita e as bolsas europeias operavam sem um rumo único, mas caíam o FTSE e o Stoxx 600. No encerramento do mercado acionário da Ásia, onde o mercado foi volátil, somente o Nikkei e o Hang Seng fecharam em queda.

Os prêmios dos títulos soberanos dos EUA a 10 anos hoje recuavam. Os contratos de petróleo WTI subiam, enquanto aqueles atrelados ao ouro baixavam. O bitcoin se valorizava.

(Com informações de Bloomberg News)

🗓️ AGENDA: Os eventos e indicadores em destaque hoje e na semana →

Os mercados esta manhãdfd
🔘 As bolsas ontem (06/02): Dow Jones Industrials (+0,37%), S&P 500 (+0,23%), Nasdaq Composite (+0,07%), Stoxx 600 (+0,63%), Ibovespa (+2,21%)
Michelly Teixeira

Jornalista com mais de 20 anos como editora e repórter. Em seus 13 anos de Espanha, trabalhou na Radio Nacional de España/RNE e colaborou com a agência REDD Intelligence. No Brasil, passou pelas redações do Valor, Agência Estado e Gazeta Mercantil. Tem um MBA em Finanças, é pós-graduada em Marketing e fez um mestrado em Digital Business na ESADE.