Balanços, tensão geopolítica e medidas de estímulo na China: os eventos que movem os mercados

No front corporativo, entre os destaques estão os resultados financeiros da BP e do UBS, que anunciaram planos de recompra de ações

Estes são os eventos que orientam os investidores e movem os mercados hoje
06 de Fevereiro, 2024 | 07:17 AM

Barcelona, Espanha — Enquanto os investidores examinam a enxurrada de balanços corporativos, os mercados de títulos globais se estabilizam após dois dias de venda massiva. Também pairam no ar as notícias sobre medidas governamentais mais enérgicas para estimular a economia da China.

Entre os balanços programados para hoje estão Eli Lilly, Toyota, Alibaba, Walt Disney, Nintendo, KKR, Ford, Spotify, entre outros. Para o resto da semana, a lista inclui TotalEnergies, Uber, L’Oreal, AstraZeneca, Siemens, Unilever, SoftBank, AP Moller - Maersk, Nestlé, ArcelorMittal e PepsiCo.

Assine a newsletter matinal Breakfast, uma seleção da Bloomberg Línea com os temas de destaque em negócios e finanças no Brasil e no mundo.

🛢️ Reação positiva. A BP anunciou planos de recompra de US$ 3,5 bilhões em ações no primeiro semestre, enquanto o novo CEO da empresa procura atrair os investidores que estavam céticos quanto à sua estratégia de energia limpa. As ações subiram para o nível mais alto em dois meses, em torno de +6%.

🏦 Planos e prejuízo. O UBS anotou um prejuízo líquido de US$ 279 milhões nos três meses até dezembro, resultado que frustrou os analistas. O banco suíço mostrou querer ir além da integração do Credit Suisse: quer retomar as recompras de ações este ano, prometendo entregar até US$ 1 bilhão aos acionistas no segundo semestre. E indicou planos de emitir até US$ 2 bilhões em títulos de Nível 1 Adicional (AT1) nos próximos anos, depois de um acordo no ano passado que deu sobrevida ao mercado de dívida bancária de risco.

PUBLICIDADE

🤝🏼 Impulso via M&As. A Novartis selou um acordo para adquirir a MorphoSys por €2,7 bilhões, pagando €68 por ação, um prêmio de 61% sobre a cotação de 2 de fevereiro. Esta compra da empresa alemã de biotecnologia especializada em tratamentos de câncer marca um passo significativo para o CEO da Novartis, Vas Narasimhan, em revitalizar o crescimento da suíça após uma grande reestruturação e fortalecer o portfólio com mais aquisições.

🚶🏻 Afastando-se do frenesi. O maior gestor de fundos da Europa alerta que os mercados acionários globais estão sobrevalorizados em cerca de 20%. O excesso de confiança nas tendências de desinflação, juntamente com um otimismo descabido com as ações de tecnologia, levaram os investidores a pagar muito caro pelos ativos, segundo Vincent Mortier, diretor de investimentos da Amundi, empresa que tem US$ 2,1 trilhões em ativos sob gestão.

😮‍💨 Respiro na Ásia. Os mercados de renda variável ganham o impulso de notícias sobre os planos de Pequim lançar novas políticas para sustentar o mercado, incluindo o compromisso de um fundo estatal de aumentar as compras de ações. Com a expectativa de mais medidas de apoio, os órgãos reguladores estão se preparando para atualizar o Presidente Xi Jinping sobre a situação das bolsas.

PUBLICIDADE

A recuperação começou depois que a Central Huijin Investment, a unidade que detém as participações do governo chinês em grandes instituições financeiras, anunciou planos para aumentar suas participações em fundos negociados em bolsa, seguida pela promessa do órgão regulador de valores mobiliários de incentivar fundos de longo prazo a investir no mercado. Essa medida é vista como um sinal de maior intervenção estatal na compra de ações, com expectativas de estabilização do mercado, apesar das possíveis flutuações de curto prazo.

🛑 Novos ataques. Rebeldes Houthi do Iêmen disseram ter atacado nesta terça-feira dois navios no sul do Mar Vermelho, incluindo a embarcação de contêineres britânica Morning Tide e o navio de carga Star Nasia. O incidente mais significativo até agora foi um ataque a um navio petroleiro que transportava combustível russo e que pegou fogo, destacando o risco de desastre ambiental. Desde o início dos bombardeios dos EUA e Reino Unido contra os Houthi, no mês passado, o grupo intensificou atentados a navios vinculados a esses países. Na segunda-feira, os EUA atingiram dois drones marítimos Houthi no Iêmen.

📈 O vaivém dos ativos. Os contratos futuros de índices dos EUA e as bolsas europeias operavam sem um rumo único. No encerramento do mercado acionário da Ásia, a maioria das bolsas fechou em alta.

Os prêmios dos títulos soberanos dos EUA a 10 anos hoje recuavam. Os contratos de petróleo WTI e aqueles atrelados ao ouro baixavam. O bitcoin se valorizava.

(Com informações de Bloomberg News)

🗓️ AGENDA: Os eventos e indicadores em destaque hoje e na semana →

Os mercados esta manhãdfd
🔘 As bolsas ontem (05/02): Dow Jones Industrials (-0,71%), S&P 500 (-0,32%), Nasdaq Composite (-0,20%), Stoxx 600 (-0,05%), Ibovespa (+0,32%)
Michelly Teixeira

Jornalista com mais de 20 anos como editora e repórter. Em seus 13 anos de Espanha, trabalhou na Radio Nacional de España/RNE e colaborou com a agência REDD Intelligence. No Brasil, passou pelas redações do Valor, Agência Estado e Gazeta Mercantil. Tem um MBA em Finanças, é pós-graduada em Marketing e fez um mestrado em Digital Business na ESADE.