Cinco coisas que você precisa saber para começar esta quinta-feira

Investidores reagem a balanço positivo da Nvidia e ata do Fed, e ficam de olho na ata do Banco Central Europeu

Pedestres caminham em frente à New York Stock Exchange (NYSE) em Nova York
22 de Fevereiro, 2024 | 08:53 AM

Bloomberg Línea — Os investidores reagem nesta quinta-feira (22) aos bons resultados apresentados pela Nvidia (NVDA), que impulsionou os futuros do índice Nasdaq 100, nos Estados Unidos.

Também é dia de ficar de olho na ata do Banco Central Europeu (BCE), um dia depois de a ata do Federal Reserve (Fed) alertar para os perigos de cortes muito rápidos nos juros dos Estados Unidos.

Ainda na zona do euro, os traders reduziram as apostas em cortes nas taxas de juros este ano para menos de um ponto percentual, a menor expectativa em meses.

Confira a seguir cinco destaques desta quinta-feira (22):

PUBLICIDADE

1. Resultados da Nvidia

As ações da Nvidia dispararam no início dos negócios desta quinta, antes da abertura dos mercados em Nova York, após a companhia apresentar mais uma forte previsão de vendas, adicionando novo impulso a um rali de ações que já a tornou a fabricante de chips mais valiosa do mundo.

A previsão é de receita de cerca de US$ 24 bilhões no trimestre atual. Os analistas previam em média US$ 21,9 bilhões.

Os resultados no quarto trimestre também superaram as estimativas de Wall Street.

PUBLICIDADE

A perspectiva amplia uma sequência de resultados acima do esperado, graças à demanda insaciável por seus aceleradores de inteligência artificial — chips altamente valorizados que processam dados para modelos de IA. A tecnologia tem ajudado a impulsionar a proliferação de serviços de IA generativa, como chatbots, que podem criar textos e gráficos com base em prompts simples.

O valor de mercado da Nvidia aumentou mais de US$ 400 bilhões este ano - elevando seu valuation para US$ 1,7 trilhão - à medida que os investidores apostam que a empresa continuará sendo a principal beneficiária do boom de computação em IA.

2. Ata do Fed

Os formuladores de políticas monetárias do Federal Reserve estão se preparando para uma discussão mais ampla sobre o balanço patrimonial do banco central. Por enquanto, o que está claro é que os dirigentes querem torná-lo o menor possível.

Na ata da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) do mês passado, alguns participantes disseram que desacelerar o ritmo da redução — um processo conhecido como aperto quantitativo (ou QT, na sigla em inglês) — poderia ajudar na transição para o ponto em que as reservas bancárias são consideradas adequadas e permitir que o Fomc continue a redução do balanço patrimonial por mais tempo.

Os dirigentes também avaliaram que a liquidez no sistema financeiro permaneceu “mais do que adequada” e discutiram a importância de avaliar essas condições durante o processo.

No centro do debate está o quão pequeno o banco central pode tornar seu balanço patrimonial — quase US$ 9 trilhões em determinado momento — sem causar disrupções nos mercados financeiros ou prejudicar seus objetivos de política mais amplos. Até agora, ele encolheu cerca de US$ 1,3 trilhão desde que o QT começou em junho de 2022.

3. Mercados

A forte previsão de vendas da Nvidia toma conta dos holofotes nesta quinta-feira, impulsionando os ganhos nas ações de tecnologia ao redor do mundo e levando os futuros do Nasdaq 100 a um ganho de 2% no início das negociações.

PUBLICIDADE

A Nvidia disparou até 13% antes da abertura dos mercados em Nova York, após os resultados mostrarem que a demanda por hardware de computação de inteligência artificial está em alta. A empresa, que está prestes a superar a Alphabet (GOOGL) em valor de mercado, tem sido a maior impulsionadora dos ganhos no mercado acionário americano este ano.

A promessa de grandes investimentos em tecnologia somou-se a um clima otimista nos mercados. O índice Nikkei 225, do Japão, atingiu uma alta recorde pela primeira vez desde 1989, e o índice Stoxx Europe 600, da Europa, ultrapassou brevemente o pico de fechamento de janeiro de 2022.

4. Manchetes dos principais jornais

Estado de S. Paulo: Flávio Dino assume 340 processos no STF; lista inclui casos envolvendo Bolsonaro e ministro de Lula

Folha de S. Paulo: Daniel Alves é condenado a 4 anos e meio de prisão por estupro na Espanha

PUBLICIDADE

O Globo: Bolsonaro, ex-ministros e militares depõem à PF hoje: saiba quem são os 14 intimados

Valor Econômico: País atinge 2,5 milhões de lojas, mas ritmo cai e coloca 2024 em alerta

5. Agenda

Zona do Euro:

  • 9h30: Publicação das Atas da Reunião de Política Monetária pelo BCE

Estados Unidos:

  • 10h30: Pedidos Iniciais por Seguro-Desemprego
  • 11h45: PMI Industrial
  • 11h45: PMI do Setor de Serviços
  • 12h: Vendas de Casas Usadas
  • 13h: Estoques de Petróleo Bruto e em Cushing.
  • 14h: Leilão TIPS a 30 anos.
  • 17h15: Discurso de Patrick Harker, membro do Fomc.
  • 19h: Discurso de Neel Kashkari, membro do Fomc.
  • 21h35: Discurso de Christopher Waller, membro do Fed.

Brasil:

  • 14h30: Fluxo Cambial Estrangeiro.

China:

  • 22h30: Preços de Imóveis

-- Com informações da Bloomberg News.

Leia também:

PUBLICIDADE

Lavoro, do Pátria, estuda mais de 70 aquisições e alvos vão além do Brasil

Gestores que apostaram em impacto negativo de Lula no BB perderam rali de 76%

Como ações judiciais se tornaram um custo milionário para aéreas no Brasil

Tamires Vitorio

Jornalista formada pela FAPCOM, com experiência em mercados, economia, negócios e tecnologia. Foi repórter da EXAME e CNN e editora no Money Times.