As ações mais recomendadas para setembro, segundo 13 bancos e corretoras

Papéis ligados a commodities e à economia doméstica são os preferidos por analistas para o mês, com a política fiscal do país e os juros nos EUA no radar

Papéis da companhia de carnes estão entre os preferidos de analistas para investir em setembro
05 de Setembro, 2023 | 05:05 AM

Leia esta notícia em

Inglês

Bloomberg Línea — Depois de uma correção da ordem de 5% do Ibovespa (IBOV) em agosto, diante de preocupações fiscais e com novos aumentos dos juros nos Estados Unidos, as ações brasileiras voltam a apresentar em setembro valuations atraentes – ainda que seja necessário ter cautela. É esse o consenso entre analistas de sell side do mercado financeiro.

“A forte correção fez com que o prêmio para possuir ações aumentasse para perto de dois desvios-padrão acima da média histórica. Além disso, esperamos que os lucros consolidados dos próximos 12 meses aumentem, pressionando ainda mais os múltiplos”, escreveu o time de research do BTG Pactual, em relatório.

Levantamento da Bloomberg Línea com as carteiras de 13 bancos e corretoras mostra que papéis dos setores financeiro, de commodities e ligados à economia doméstica estão entre os preferidos para o mês de setembro.

LEIA +
O alerta da head de investimentos da Bridgewater sobre os próximos passos do Fed

Assim como em agosto, o “pódio” das recomendações é ocupado por Vale (VALE3), Itaú Unibanco (ITUB4) e PetroRio (PRIO3), em ordem decrescente a partir do número de citações.

PUBLICIDADE

O grupo de indicados também tem novos nomes, como JBS (JBS3), BB Seguridade (BBSE3), Ecorodovias (ECOR3) e Vivara (VIVA3). Saem B3 (B3SA3), Grupo Soma (SOMA3) e Totvs (TOTS3).

Para este mês, a carteira compilada conta com 15 nomes por causa de empate no número de recomendações.

Segundo os analistas Victor Penna e Wesley Bernabé, do BB Investimentos, expectativas sobre o cumprimento das metas fiscais e a fixação - ou não - de resultado primário zero em 2024 devem continuar a dar o tom do mercado no país nas primeiras semanas de setembro.

PUBLICIDADE

O mercado também deve assimilar de forma ampla a definição do Orçamento para o ano, especialmente a dinâmica esperada para o crescimento de receitas.

Embora considerem que existem catalisadores positivos no curto prazo, como a revisão positiva de lucro para alguns setores mais cíclicos, os analistas do BB ressaltam que a atividade chinesa “anêmica” e medidas de reflexos “paliativos” adotados pelo governo seguem “sendo um dos grandes entraves para enxergamos o Ibovespa se mantendo acima dos 120 mil pontos” (o índice fechou a 117.893 pontos na sexta, dia 1º).

A carteira compilada pela Bloomberg Línea reúne as recomendações de 13 corretoras ou bancos de investimento: Ágora, Ativa Investimentos, BB Investimentos, BTG Pactual, CM Capital, Empiricus Research, Genial Investimentos, Guide, Nova Futura, Órama, Santander Corretora, Warren e XP Investimentos e é composta por dez ações (ou mais em caso de empate, como é o caso deste mês).

Confira abaixo as recomendações:

Confira as recomendações de cada banco ou corretora para setembro:

Ágora Investimentos

  • Carrefour (CRFB3)
  • Copel (CPLE6)
  • Ecorodovias (ECOR3)
  • Eletrobras (ELET6)
  • Itaúsa (ITSA4)
  • JBS (JBSS3)
  • Natura (NTCO3)
  • Petrorio (PRIO3)
  • Rede D’Or (RDOR3)
  • Vale (VALE3)

Ativa Investimentos

  • Itaú Unibanco (ITUB4)
  • Vale (VALE3)
  • Petrobras PN (PETR4)
  • BB Seguridade (BBSE3)
  • Hapvida (HAPV3)
  • Bradesco (BBDC4)
  • BTG Pactual (BPAC11)
  • Suzano (SUZB3)
  • Ultrapar (UGPA3)
  • Copel (CPLE6)
  • Cemig (CMIG4)
  • PetroRio (PRIO3)
  • Sabesp (SBSP3)
  • Lojas Renner (LREN3)
  • Totvs (TOTS3)

BB Investimentos

  • ABC Brasil (ABCB4)
  • B3 (B3SA3)
  • Direcional (DIRR3)
  • Grupo Mateus (GMAT3)
  • Itaú Unibanco (ITUB4)
  • Petrobras (PETR4)
  • Rede D’Or (RDOR3)
  • Localiza (RENT3)
  • Simpar (SIMH3)
  • Vale (VALE3)

BTG Pactual

  • Petrobras PN (PETR4)
  • Mercado Livre (MELI34)
  • Vale (VALE3)
  • Itaú Unibanco (ITUB4)
  • Eletrobras (ELET3)
  • BB Seguridade (BBSE3)
  • Rumo (RAIL3)
  • Hapvida (HAPV3)
  • Lojas Renner (LREN3)
  • MRV (MRVE3)

CM Capital

  • Bradespar (BRAP4)
  • CSN Mineração (CMIN3)
  • Itaúsa (ITSA4)
  • JBS (JBSS3)
  • Raia Drogasil (RADL3)

Empiricus Research

  • Vale (VALE3)
  • B3 (B3SA3)
  • Direcional (DIRR3)
  • Localiza (RENT3)
  • Cyrela (CYRE3)
  • Iguatemi (IGTI11)
  • 3Tentos (TTEN3)
  • Mercado Livre (MELI34)
  • Hapvida (HAPV3)
  • Grupo SBF (SBFG3)

Genial Investimentos

  • Allos (ex-Aliansce Sonae) (ALSO3)
  • Copasa (CSMG3)
  • Ecorodovias (ECOR3)
  • Engie (EGIE3)
  • Hidrovias (HBSA3)
  • PetroRio (PRIO3)
  • Porto Seguro (PSSA3)
  • Smartfit (SMFT3)
  • Vale (VALE3)
  • WEG (WEGE3)

Guide Investimentos

  • Allos (ex-Aliansce Sonae) (ALSO3)
  • Banco do Brasil (BBAS3)
  • Cruzeiro do Sul Educacional (CSED3)
  • Ecorodovias (ECOR3)
  • JBS (JBSS3)
  • Rede D’Or (RDOR3)
  • Simpar (SIMH3)
  • São Martinho (SMTO3)
  • Vale (VALE3)
  • Vivara (VIVA3)

Nova Futura Investimentos

  • BB Seguridade (BBSE3)
  • Isa Cteep (TRPL4)
  • Itaú Unibanco (ITUB4)
  • JBS (JBSS3)
  • PetroRio (PRIO3)
  • São Martinho (SMTO3)
  • Simpar (SIMH3)
  • Suzano (SUZB3)
  • Vale (VALE3)
  • Vivo (VIVT3)

Órama Investimentos

  • Rede D’Or (RDOR3)
  • BTG Pactual (BPAC11)
  • Vale (VALE3)
  • Vivara (VIVA3)
  • Minerva (BEEF3)

Santander Corretora

  • Banco do Brasil (BBAS3)
  • Cyrela (CYRE3)
  • Equatorial (EQTL3)
  • Itaú Unibanco (ITUB4)
  • Localiza (RENT3)
  • Multiplan (MULT3)
  • Petrobras ON (PETR3)
  • Rumo (RAIL3)
  • Totvs (TOTS3)
  • Vale (VALE3)
  • Vivara (VIVA3)

Warren

  • Copel (CPLE6)
  • WEG (WEGE3)
  • Vamos (VAMO3)
  • Engie (EGIE3)
  • Bradesco (BBDC4)
  • PetroRio (PRIO3)
  • Itaú Unibanco (ITUB4)
  • Arezzo (ARZZ3)
  • Grupo Soma (SOMA3)
  • Irani (RANI3)
  • Banco ABC Brasil (ABCB4)
  • Armac (ARML3)
  • Porto Seguro (PSSA3)
  • BR Partners (BRBI11)
  • Suzano (SUZB3)

XP Investimentos*

  • Petrobras PN (PETR4)
  • Assaí (ASAI3)
  • Itaú Unibanco (ITUB4)
  • Grupo Soma (SOMA3)

*Divulgação parcial da carteira por solicitação da XP.

Leia também

Risco climático não é devidamente precificado em países como o Brasil, diz Barclays

Da BlackRock à Pimco, gestoras apostam que o Fed encerrou ciclo de alta

Mariana d'Ávila

Editora assistente na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.