Breakfast

Os desafios de formar novos líderes

Também no Breakfast: Rubens Ometto faz alerta sobre a política fiscal de Lula | O que esperar da atualização das projeções do Fed para os juros | Os efeitos da oferta da Suzano pela IP no mercado

10 de Junho, 2024 | 05:33 AM
Tempo de leitura: 3 minutos

Bloomberg Línea — Este é o Breakfast - o seu primeiro gole de notícias. Uma seleção da Bloomberg Línea com os temas de destaque no mundo dos negócios e das finanças. Bom dia!

Transformação de carreiras com tecnologias como a IA (Inteligência Artificial), polarização política exacerbada, mudanças de prioridades de novas gerações. Não faltam desafios e incertezas na educação, e isso inclui as melhores escolas de negócios do mundo. Foi nesse contexto que Erika James assumiu a direção da Wharton School of Business, da Universidade da Pensilvânia, que faz parte da Ivy League.

“Além da pandemia, os desafios geopolíticos e a polarização política mudaram a natureza das responsabilidades de um diretor em uma escola de negócios. Tivemos que ser muito mais cuidadosos com os fatores geopolíticos que podem influenciar nossos engajamentos ao redor do mundo”, disse Erika James, Dean da Wharton School of Business, em entrevista à Bloomberg Línea no último sábado (8).

Ela esteve em passagem por São Paulo para a 56ª edição do Wharton Global Forum, que reuniu lideranças empresariais, ex-alunos e autoridades da escola de negócios pela primeira vez no Brasil.

PUBLICIDADE

Além de enfrentar os desafios impostos pela pandemia e a polarização política, James - que se tornou em 2020 a primeira mulher e a primeira pessoa negra a liderar a mais antiga business school do mundo, fundada em 1881 - tem trabalhado para avançar a agenda da diversidade. Sob sua liderança, a Wharton se tornou a primeira escola de negócios dos EUA a alcançar a paridade de gênero em seu programa de MBA.

Leia mais: Os desafios de formar os líderes do futuro, segundo a diretora da Wharton School

Erika James, diretora da Wharton School of Businessdfd

No radar dos mercados

O euro caiu para seu nível mais baixo em um mês nesta manhã de segunda-feira (10) no dia seguinte à decisão do presidente francês, Emmanuel Macron, de convocar uma votação legislativa na sequência de uma derrota esmagadora nas eleições para o Parlamento Europeu. A moeda comum caiu 0,5%, em queda junto com as ações europeias e os títulos franceses. O Stoxx 600 desvalorizava perto de 0,60%.

- Apple revela IA. A big tech do iPhone promove hoje a sua conferência anual para desenvolvedores sob expectativa de seu plano de incorporação da IA em aparelhos como o iPhone e um acordo com a OpenAI.

- Recorde de voos. Os efeitos da pandemia no transporte aéreo serão deixados de vez para trás neste verão do hemisfério norte. Haverá 10,5 milhões de voos no mundo no terceiro trimestre, segundo cálculos da BloombergNEF.

- México define Senado. O temor de investidores de “super poder” do partido da presidente eleita, Claudia Sheinbaum, não se concretizou: o Morena ficou com 83 das 128 cadeiras no Senado, aquém das 86 necessárias para mudar a Constituição.

Leia a matéria completa sobre o que guia os mercados hoje

Veja os indicadores dos mercados globais nesta manhã de segunda-feira, 10 de junho de 2024dfd
🔘 As bolsas na sexta (07/06): Dow Jones Industrials (-0,22%), S&P 500 (-0,11%), Nasdaq (-0,25%), Stoxx 600 (-0,22%), Ibovespa (-1,73%)

LEIA + Siga a trilha dos mercados para conhecer as variáveis que orientaram os investidores →

🗓️ Agenda: Os eventos e indicadores em destaque hoje e na semana →

Destaques da Bloomberg Línea:

Política fiscal de Lula manterá a taxa de juros elevada, diz Rubens Ometto

O que os economistas esperam sobre as projeções no gráfico de pontos do Fed

Cerca de 60% da oferta de US$ 11,2 bi da Aramco irá para estrangeiros, dizem fontes

E mais na versão e-mail do Breakfast:

• Também é importante: Como a família dona da tequila José Cuervo construiu um império imobiliário nos EUA | Esta fintech chegou ao Ebitda positivo e busca ir além de meios de pagamento

• Opinião Bloomberg: Como a oferta da Suzano pela IP alterou a estratégia de operadores do mercado

• Para não ficar de fora: Musicais e peças em Nova York: estes são os principais espetáculos em cartaz

Essa foi uma amostra de Breakfast, a newsletter matinal da Bloomberg Línea com as notícias de destaque no Brasil e no mundo.

Para receber a íntegra da newsletter na sua caixa de email, registre-se gratuitamente no nosso site.

Por hoje é só. Bom dia!

Obrigado por ler nossa newsletter matinal.

Equipe Breakfast: Marcelo Sakate (Editor-chefe, Brasil), Filipe Serrano (Editor, Brasil) e Mariana d’Ávila (Editora Assistente, Brasil)