Mercados

Rali de ações deve se estender à Ásia com queda do dólar

Futuros subiam mais de 1% no Japão, Austrália e Hong Kong após o maior salto nas ações dos EUA desde junho

Especulação de que os lucros corporativos se manterão e que o Federal Reserve evitará um aperto monetário muito agressivo parece estar dando algum conforto aos investidores
Por Andreea Papuc
19 de Julho, 2022 | 08:46 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Uma alta das ações parece prestes a se espalhar para a Ásia depois do avanço nos Estados Unidos, em meio a especulações sobre se o pior momento da queda das ações deste ano já passou.

Os futuros subiam mais de 1% no Japão, Austrália e Hong Kong após o maior salto nas ações dos EUA desde junho. O Nasdaq 100 subiu 3,1% e a Netflix (NFLX) subia no after-market com uma perda de assinantes menor do que o esperado. Os contratos dos EUA subiram.

Um indicador do dólar caiu mais de 1% em três dias, ressaltando a demanda cada vez menor pelo dólar - considerado ativo de proteção - e o bom humor nos mercados. Um declínio nos títulos do Tesouro fez com que o rendimento de 10 anos voltasse acima de 3%.

O euro manteve uma alta de cerca de duas semanas em relação ao dólar com a possibilidade de uma alta maior do que o esperado na taxa de juros do Banco Central Europeu na quinta-feira (21).

PUBLICIDADE

Um índice de ações chinesas negociadas nos EUA subiu após notícias de que Pequim está se preparando para aplicar uma multa de mais de US$ 1 bilhão à Didi Global antes de encerrar uma investigação de um ano sobre a gigante das caronas. Permanecem as preocupações com a repressão mais ampla da China ao setor de tecnologia.

A especulação de que os lucros corporativos se manterão e que o Federal Reserve evitará um aperto monetário muito agressivo parece estar dando algum conforto aos investidores.

“As ações caíram”, escreveu Kristina Hooper, estrategista-chefe de mercado global da Invesco, em nota. “Isso não significa que não veremos mais desvantagens para alguns mercados de ações em todo o mundo, especialmente porque as expectativas de ganhos provavelmente serão ajustadas para baixo. Mas acredito que estamos muito mais perto do fundo do que do topo.”

Na Europa, a Gazprom está pronta para reiniciar as exportações de gás através de seu gasoduto Nord Stream para o continente na quinta-feira com capacidade reduzida, enquanto os países se preparam para a escassez em meio à guerra na Ucrânia.

PUBLICIDADE

Enquanto isso, o petróleo se recuperou, operando acima de US$ 104 o barril, enquanto uma alta nas criptomoedas levou o bitcoin acima de US$ 23.000 e além de uma faixa de negociação de um mês.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Vale rebaixa estimativa de produção anual do minério de ferro

PUBLICIDADE