Cripto

Análise técnica: bitcoin ensaia novo patamar em sinal de recuperação

Investidores ainda amargam uma liquidação desencadeada pelo aperto da política monetária e exacerbada pelo colapso de credores

Expectativas para os aumentos de juros do Federal Reserve estão menos agressivas, o que pode ajudar
Por Suvashree Ghosh
19 de Julho, 2022 | 11:48 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O bitcoin (BTUSD) chegou mais perto de romper uma faixa de negociação de um mês nesta terça-feira (19) e desencadeou grandes saltos em tokens menores comumente chamados de altcoins, segundo a análise técnica dos preços.

A maior moeda virtual chegou a subir até 6,8%, para a perto de US$ 23.000, um nível em que estava em meados de junho, antes de diminuir os ganhos e ser negociada em torno US$ 22.000 novamente. O ether (ETUSD) chegou a saltar quase 11%, e o Solana, 17%.

O bitcoin tem lutado para escapar de uma faixa de US$ 19.000 a US$ 22.000, enquanto os investidores ainda amargam uma liquidação desencadeada pelo aperto da política monetária e exacerbada pelo colapso de credores de criptomoedas e da stablecoin TerraUSD.

Uma ruptura sustentada acima dessa faixa pode renovar o impulso especulativo e elevar os ativos digitais em um piscar de olhos. As expectativas para os aumentos de juros do Federal Reserve estão menos agressivas, o que pode ajudar.

PUBLICIDADE
Maior token tenta superar faixa de negociação recentedfd

“Acabamos de ver essa mudança de impulso e acho que essa mudança vai durar até o segundo semestre deste ano”, disse Julian Hosp, cofundador da Cake DeFi, provedora de soluções de carteiras de criptomoedas.

O ether está estendendo um rali que começou na semana passada depois que os desenvolvedores do blockchain Ethereum estabeleceram uma meta para uma atualização de software há muito esperada, projetada para reduzir o uso de energia da rede.

As altcoins geralmente superam o bitcoin durante as altas e têm um desempenho inferior quando os preços estão caindo, em parte porque são as favoritas dos operadores mais especulativos e tendem a ser menos líquidas.

“O bitcoin recuperou o nível de US$ 22.000 porque alguns vendedores a descoberto precisam desistir”, disse Edward Moya, analista sênior de mercado da Oanda, em nota. As criptomoedas estão começando a parecer atraentes agora que as expectativas de aperto do Fed diminuíram, acrescentou.

PUBLICIDADE

A recente recuperação do bitcoin reduziu sua perda este ano para cerca de 52%. O valor geral de mercado dos tokens digitais retomou o nível de US$ 1 trilhão.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Cash is king: cautela de gestores globais é a maior desde 2001, revela BofA

Binance toma multa de US$ 3,6 milhões na Holanda por falta de registros