Mercados

Ibovespa fecha em alta seguindo NY com investidores digerindo balanços

After Hours: Na bolsa, as ações da Embraer estiveram entre as maiores altas do dia após a empresa anunciar novas encomendas de aeronaves

After hours
19 de Julho, 2022 | 05:34 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — O otimismo ditou o tom dos mercados nesta terça-feira (19), quando o Ibovespa (IBOV) encerrou o pregão com ganhos da ordem de 1,4%, acompanhando o bom desempenho das bolsas internacionais.

Os investidores seguiram repercutindo o início da temporada de resultados corporativos do 2º trimestre, em meio a especulações de que os dados ruins podem já estar no preço dos ativos. Com isso, quaisquer surpresas de alta podem levar a ganhos desproporcionais.

Na bolsa brasileira, a maior alta nesta terça partiu das ações de Marfrig (MRFG3), que subiram 8,23%, seguidas pelas da Embraer (EMBR3), que avançaram 7,70% após a empresa anunciar novas encomendas de aeronaves.

Na ponta oposta, as empresas do setor de educação lideraram as baixas: Yduqs (YDUQ3) caiu 4,01%, enquanto Cogna (COGN3), 3,32%.

PUBLICIDADE

Já no noticiário de Petrobras (PETR3; PETR4), a companhia anunciou a redução de R$ 0,20 no litro da gasolina para as distribuidoras; a medida entra em vigor a partir de amanhã (20). As ações da companhia encerraram o pregão em alta de até 2%, negociadas a R$ 31,67 (ON) e a R$ 29,18 (PN).

Confira como fecharam os mercados nesta terça-feira (19):

Cena externa

Os investidores continuam em alerta máximo a sinais de que a inflação alta e o aperto monetário estão pressionando os consumidores e o emprego. Segundo pesquisa mensal mais recente de gestores de fundos feita pelo Bank of America, o investimento em ações caiu para níveis vistos pela última vez em outubro de 2008 dado o cenário macro atual.

Enquanto isso, o euro subiu para seu nível mais alto em cerca de duas semanas depois que a Bloomberg News informou que o Banco Central Europeu pode considerar aumentar as taxas de juros nesta quinta-feira (21) em meio ponto percentual, acima do previsto anteriormente para combater o agravamento da inflação.

PUBLICIDADE

-- Com informações da Bloomberg News

Leia também:

Cash is king: cautela de gestores globais é a maior desde 2001, revela BofA

Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.

PUBLICIDADE