PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

Musk diz que tem plano B na aquisição do Twitter, sem certeza do sucesso

Comentários vieram horas depois que a pessoa mais rica do mundo e chefe da Tesla agitou o mundo financeiro com a oferta em dinheiro

A oferta visa criar “uma arena inclusiva para a liberdade de expressão”, não como uma forma de ganhar dinheiro, disse Musk
Por Dana Hull e Ed Ludlow
14 de Abril, 2022 | 03:50 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Elon Musk expressou dúvidas sobre se terá sucesso com sua oferta de US$ 43 bilhões para comprar o Twitter (TWTR) em seus primeiros comentários públicos sobre o acordo de grande sucesso.

“Não tenho certeza se realmente conseguirei adquiri-lo”, disse o empresário bilionário na quinta-feira (14) em um evento em Vancouver. Musk disse que tem um plano B se o Twitter rejeitar sua oferta, sem oferecer mais detalhes.

Os comentários vieram horas depois que a pessoa mais rica do mundo e chefe da Tesla (TSLA) agitou o mundo financeiro com a oferta em dinheiro. Com o aumento do interesse nas atividades de Musk, os organizadores da conferência fizeram uma mudança de última hora para tornar sua aparição pré-agendada disponível gratuitamente online.

A oferta visa criar “uma arena inclusiva para a liberdade de expressão”, não como uma forma de ganhar dinheiro, disse Musk. Ele também disse que tem ativos suficientes para concluir o negócio.

PUBLICIDADE

Musk, 50, revelou a proposta de aquisição em um documento à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA na quinta-feira, depois de recusar a chance de assumir um cargo no conselho da empresa. A oferta é um confronto de alto risco entre Musk e a plataforma de mídia social, que é usada por mais de 200 milhões de pessoas. Musk tem falado muito sobre as mudanças que gostaria de ver na empresa.

Entre as prioridades de Musk para a plataforma: um botão de edição que limitaria a quantidade de tempo que as alterações em um tweet poderiam ser feitas. Musk também priorizaria a eliminação de bots de spam da plataforma. Ele também acha que o algoritmo deve ser tornado público para que haja transparência sobre quando os tweets são alterados, promovidos ou não promovidos.

As ações do Twitter na quinta-feira foram negociadas bem abaixo do preço de oferta de US$ 54,20 de Musk, sugerindo ceticismo sobre as perspectivas de um acordo. O príncipe saudita Alwaleed bin Talal, um dos principais acionistas do Twitter, disse que a oferta de Musk não chega “perto do valor intrínseco” da empresa “dadas suas perspectivas de crescimento”.

Musk disse que sua intenção “é reter o maior número de acionistas permitido por lei em uma empresa privada”.

PUBLICIDADE

--Com a colaboração de Sean O’Kane

Leia também

A saga continua: Bradesco ganha liminar e trava recuperação judicial do Hopi Hari

Musk está distraído? Investidores da Tesla acham que sim